10 maneiras de jogar dinheiro fora

10 maneiras de jogar dinheiro fora

Todo mês é a mesma coisa: o salário chega e vai embora com tanta facilidade que você não faz ideia de onde ele foi parar. Se você se identificou com isso, pode ser que esteja jogando dinheiro fora – algumas vezes quase literalmente. Identificar essas despesas e cortá-las pela raiz é fundamental para controlar seu orçamento e gastar seu suado dinheirinho com as coisas que realmente deseja. Reunimos as maneiras de desperdício mais comuns para ajudar você a se livrar delas, veja só!

1. Comprar comida sem planejar (e depois jogar tudo fora)

via GIPHY

Ir ao supermercado sem saber o que deseja comprar é quase como se jogar em um mundo de tentações sem ter armas para resistir. Você pega uma bolacha aqui, um congelado ali e, quando percebe, a geladeira está cheia de coisas que não serão consumidas – e, portanto, jogadas fora assim que chegar a data de validade. Sim, seu dinheiro todinho no lixo. Por isso, antes de tudo, planeje um cardápio semanal e, a partir dele, monte uma lista de supermercado. Desperdício zero!

Ah, e nada de ir às compras de estômago vazio: segundo um estudo divulgado na publicação oficial da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, as pessoas têm mais impulsos consumistas quando estão com fome – e isso vale para roupas, sapatos, bolsas e, também, alimentos.

2. Ter um plano na academia e não usar

(Posso não fazer nada?)
via GIPHY

Pacotes semestrais e anuais costumam oferecer bons descontos, mas de nada adiantam se você comparecer só uma vez e, nos demais dias, preferir ficar na cama. Por que não aproveitar espaços públicos para se exercitar gratuitamente? Além disso, existem serviços que cobram uma única mensalidade e permitem que a usuária experimente uma série de aulas diferentes por um preço amigo, como o EstudioPass e GymPass.

3. Não aprender a fazer as coisas por si

via GIPHY

Fomos criadas com a ideia de que reparos da casa e carro devem ser feitos por homens. Além de machista, este pensamento ainda pesa no bolso. Pense em quanto você economizaria se soubesse trocar a resistência do chuveiro, em vez de comprar um novo ou chamar um eletricista para executar o serviço. Ou, quem sabe, pintar as paredes, instalar prateleiras, pregar um botão e tantos outros pequenos reparos que temos certeza que você tiraria de letra. O YouTube está cheio de vídeos DIY que ensinam detalhadamente como fazer tudo isso e muito mais por si mesma.

4. Pagar o valor mínimo da fatura

(Você pode pagar minhas contas?)
via GIPHY

Às vezes, você nem está com o orçamento tão apertado, mas já que pode pagar menos, por que não? Que erro. Ao deixar o resto para acertar no mês seguinte, você será submetida a uma taxa de juros que chega a 470% ao ano! Assim, a dívida vai acumulando e, quando você se dá conta, já está no meio de uma bola de neve. O mesmo vale para atrasar o pagamento das contas, pois essa atitude também a fará pagar juros por uma mera displicência.

5. Ser fiel a marcas

($4,99? Eu dou $2)
via GIPHY

Geralmente, as mais conhecidas também são mais caras. Então, por que não “trair” e experimentar uma outra? A qualidade pode ser equivalente e até mesmo superior – você só saberá se der uma chance. Compare os rótulos: se os ingredientes forem muito parecidos, não há motivo para gastar mais dinheiro quando se pode economizar, não é mesmo? O mesmo vale para medicamentos genéricos, que garantem economia de, no mínimo, 35%, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Neste caso, peça orientação ao médico e ao farmacêutico para encontrar o remédio equivalente.

6. Não ler os contratos que assina

Lembra o que aconteceu com a Pequena Sereia? Então…
via GIPHY

Ok, às vezes bate uma preguicinha de ler todas as letrinhas miúdas, mas é estritamente necessário. Você precisa saber tudo o que está em jogo, senão, será surpreendida por uma cobrança inesperada cedo ou tarde.

7. Assinar TV a cabo

via GIPHY

Mesmo quando atrelados a combos com internet e telefone, ela acaba comendo parte significativa do orçamento – e você ainda fica presa a um montão de canais que sequer gosta. Com tantos serviços de streaming por aí, por que gastar dinheiro com isso? Eles são muito mais baratos e, de quebra, você ainda escolhe o que quer assistir.

8. Aproveitar toda e qualquer promoção desenfreadamente

(Rainha do cupom!!!)
via GIPHY

Você pode até bater no peito e dizer que “está economizando”, mas é muito provável que já tenha comprado muita coisa sem nem precisar só para tirar uma vantagem. Não use cupons ou aproveite promoções como uma desculpa para comprar algo que você não tem o costume de usar, mesmo que sejam “só” R$ 10 a mais no caixa. Você acabará fazendo isso mais vezes do que pretende e, de pouquinho em pouquinho, jogará um monte de dinheiro fora. Foque nos descontos daquilo que você realmente precisa comprar. O mesmo vale para comprar roupas, acessórios e outros itens só porque estão “baratinhos”.

9. Ser desorganizada

via GIPHY

Quando você perde um objeto, acaba tendo que comprar um novo, certo? Mais dinheiro jogado no lixo. Para completar, muitas vezes você acaba o encontrando depois de algum tempo. Guardar suas coisas de qualquer maneira também as danifica, pedindo que você gaste mais em consertos e compra de novos. Por isso, organize bem seus pertences.

10. Fumar

via GIPHY

Considerando que um maço de cigarro custa, em média, R$ 7, uma pessoa que fuma um maço ao dia gasta R$ 210 ao mês e incríveis R$ 2.520 ao ano. Imagine só investir todo esse montante! Sem falar nas doenças que o tabagismo provoca – entre elas diversos tipos de câncer e males cardiovasculares –, exigindo novos gastos com saúde.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Foto abertura: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close