10 mentiras que contamos a nós mesmas

10 mentiras que contamos a nós mesmas

As dez primeiras leitoras que clicarem neste link vão ganhar um prêmio de R$ 50 mil. Fosse qualquer outro dia do ano, qualquer pessoa desconfiaria que isso pudesse ser uma armadilha, mas fiquem tranquilas: é só pegadinha de 1º de abril. E sejamos honestas, quem nunca caiu em uma armação no dia da mentira ou já pregou uma peça em alguém?

Nesta data cheia de brincadeiras, nós levantamos algumas mentiras que todo mundo conta no cotidiano, seja para nós mesmas ou para os outros.

“Ainda é cedo para pensar em aposentadoria”

Essa é típica das gerações mais jovens. A juventude na casa dos 20 e poucos anos provavelmente está mais preocupada com o que vai acontecer agora ou como estarão vivendo daqui a uns dez anos. A velhice, no entanto, não é vista com tanta preocupação e as reservas financeiras para a terceira idade acabam ficando em segundo plano. A grande verdade é que quanto mais cedo nos preocuparmos com isso, mais solidez teremos para o futuro.

Você também pode gostar:
5 desculpas para desistir das compras na última hora
10 desejos que você pode realizar sem dinheiro
Dinheiro compra felicidade?

“O preço estava ótimo”

Você passa pela vitrine e vê uma calça lindíssima, mas hesita em um primeiro momento porque tem outras três novinhas em seu armário. Mas ai experimenta, ela fica bem no corpo, você se convence de que o preço está justo e carrega a justificativa na ponta da língua. “O preço estava ótimo, não dava para perder a oportunidade”

“Vou aproveitar para parcelar, já que não tem juros”

Essa armadilha é perfeita para aquelas pessoas que tem tudo a ver com o perfil do “cego que não quer ver”. O parcelamento de um produto sempre conta também com a contratação de um financiamento, ou seja, os juros estão inclusos ali de uma forma clara ou embutidos no preço.

compras-impulso

“Me atrasei, mas chego em cinco minutos!”

Dá para imaginar a quantidade de reuniões de trabalho que começaram atrasadas, precedidas dessa desculpa? O despertador que fica na função soneca, o trânsito ruim, o carro que pifou, enfim, independente do contexto, esses cinco minutos sempre duram uma eternidade.

atrasada-transito

“Foi super barato, paguei R$ X reais”

Quem nunca quis esconder uma extravagância mentindo o valor real que pagou em um produto? Seja para desviar a atenção do inconsciente para o preço real da compra ou para evitar o julgamento alheio, é uma mentira contada para nós mesmas e para os outros.

“É só dessa vez…”

Você diz isso a si mesma naquele dia em que resolve ir às compras para aliviar o estresse. No mês seguinte acaba fazendo a mesma coisa e por ai vai. “Hoje eu mereço”, “É só dessa vez”, entre outras frases com o mesmo cunho só nos fazem ignorar a triste realidade da fatura fechada do cartão de crédito ao final do mês!

compras_mentira

“Amanhã eu olho”

Essa aparece justamente quando estamos com aquele medo absurdo de encarar o valor final da fatura do cartão. Mesmo sabendo do risco de não pagar essa conta dentro do prazo de vencimento, muita gente evita encarar essa verdade no momento certo!

“Foi um investimento”

Você será madrinha de um casamento e quer usar aquele vestido espetacular, mas tem até medo de olhar para a etiqueta com o valor da roupa. O álibi, neste caso, é convencer a si mesma e aos outros que a compra valeu a pena porque a peça vai durar muitos anos e será usada em várias outras ocasiões (ainda que você não faça a menor ideia de quando irá colocar o vestido no corpo novamente).

vestido-caro

“Estou de dieta”

A frase é dita na segunda-feira, sustentada ao longo de praticamente toda semana, até que chega aquela sexta-feira em que você está exausta, louca para curtir o fim de semana sem qualquer tipo de restrição. Esse ciclo de vai e vem de dieta também acontece quando o assunto é dinheiro. Para impedir a conta corrente de chegar ao vermelho, é preciso adotar novos hábitos que sejam permanentes, em vez de mudanças bruscas, porém pontuais.

“Eu não fazia compras há muito tempo”

É a desculpa usada para chegar em casa cheia de sacolas em um dia qualquer. Se enganam aqueles que pensam que este é um hábito somente das mulheres. Independente de gênero, estamos todos sujeitos a nos enganarmos com essas desculpas para sairmos da linha. O arrependimento chega quando nos damos conta do tamanho da dívida!

compras_exagero

 

Crédito das fotos: Shutterstock

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close