11 habilidades difíceis de aprender que compensam o esforço

11 habilidades difíceis de aprender que compensam o esforço

Muitas das coisas mais importantes da vida não são aprendidas na escola,  por exemplo, ter inteligência emocional ou lidar com os mais variados desafios da vida profissional. Outras habilidades, como saber o momento de ficar calada ou de pedir ajuda, se colocar no lugar do outro ou falar positivamente sobre si mesma, não costumam estar em grades de cursos. O dia a dia e a experiência de vida, de qualquer forma, são grandes professores.

Em matéria do site Business Insider, estão listadas habilidades que exigem determinação para serem conquistadas, mas que geram bons e duradouros frutos.

Você também pode gostar: 
Saiba o que anda atrapalhando seu sono e sua produtividade
5 passos para um planejamento estratégico de sucesso
Já é hora de acabar com o seu stress

As melhores coisas da vida podem ser de graça, mas isso não significa que elas não exigem tempo, suor e perseverança para serem adquiridas. Para se certificar de quais talentos valem a pena o investimento, um leitor do Quora (site de perguntas e respostas) questionou: “Quais são as habilidades mais difíceis e mais úteis de se aprender?”

Destacamos nossos trechos favoritos.

1-Controle o seu sono

Há tantas prescrições sobre como dormir bem que é difícil de acompanhar.

Mas independente de qual você escolher, estabelecer um ritual pode ajudar a garantir que você tenha boas noites de descanso.

Vários estudos mostram que ter disciplina quanto sono é útil para o momento de dormir e também para o despertar. Além, é claro,  de promover um sono de melhor qualidade em geral.

2-Empatia

“Você pode ser o indivíduo mais disciplinado, brilhante e mesmo o mais rico no mundo, mas se você não se importa ou não tem empatia por outras pessoas, então basicamente você não é nada mais do que um sociopata”, escreve Kamia Taylor.

Empatia, como o dono de negócios Jane Wurdwand explica, é uma habilidade humana fundamental que tem sido muito renegada por negócios modernos. “Empatia – a habilidade de sentir o que os outros sentem – é o que verdadeiramente engrandece vendedores e pessoas que trabalham servindo os outros. Empatia no espírito de equipe motiva as pessoas a se esforçarem mais. A empatia estimula os funcionários a irem além de sua própria apatia, a serem maiores, porque pensam além de apenas um salário”, escreve ela.

3-Gerenciamento de tempo

“Gerenciamento efetivo de tempo é uma das habilidades mais valorizadas pelos empregadores. Embora não exista apenas uma maneira correta, é importante encontrar um sistema que funcione para você e  comprometer-se com ele”, explica Alina Grzegorzewska.

“Para mim, a coisa mais difícil para aprender é como planejar”, escreve ela. “O problema não é  executar o que planejei, mas montar uma lista épica do que fazer e programá-la de forma tão cuidadosa que eu seja realmente capaz de completar todas as tarefas no dia programado.”

Continue a ler a matéria na próxima página!

4-Pedir ajuda

“Uma vez me disseram em uma entrevista de emprego: ‘você não pode ter esse emprego se não pedir ajuda quando precisar’”, escreve Louise Christy.

“Naturalmente, eu disse que poderia. Mais tarde, descobri que a pessoa que ocupou o cargo anteriormente havia se dado extremamente mal porque estava envolvida em uma situação difícil, da qual não conseguia sair, mas não conseguia admitir isso e não pediu ajuda”.

Ela explica que saber quando você precisa de ajuda e pedí-la é algo surpreendentemente difícil de aprender e de se fazer, porque ninguém quer ser visto como fraco ou incompetente.Mas um estudo recente da Harvard Business School sugere que demonstrar a necessidade de ajuda faz você parecer mais, e não menos capaz.

De acordo com os autores do estudo, quando você pede conselho de alguém, você valida a inteligência e a expertise dessa pessoa, o que aumenta a probabilidade de conquistá-la.

5-Consistência

Consistência é vital para manter qualquer tipo de sucesso, esteja você experimentando uma nova rotina de exercícios, estudando para o LSATs (Law SchoolAdmission Test) ou trabalhando em um projeto importante, escreve Khaleel Syed.

Segundo ele, as pessoas geralmente param de trabalhar duro quando chegam ao topo. Mas para se manterem no topo,  elas precisam trabalhar ainda mais duro e ser mais consistentes em seu trabalho.

mulher_trabalho

6-Falar bem sobre si mesmo

“No fim das contas, não importa o que os outros pensam de você”, escreve Shobhit Singhal, “mas o que você pensa de si mesmo certamente importa, e leva tempo para construir o nível de confiança e habilidade para acreditar em si mesmo quando ninguém mais acredita.”

Do lado oposto de falar positivamente de si mesmo está o falar negativamente sobre si mesmo, o que Betsy Myers, diretora fundadora do Center for Women and Business, da Bentley University, acredita que pode lentamente enfraquecer sua confiança.

7-Saber quando ficar quieto

“Você não pode sair por aí reclamando de tudo que não parece tão certo para você neste mundo”, escreve Roshna Nazir. “Às vezes você só precisa ficar quieto”.

Há muitos exemplos de quando guardar as coisas pra você é a melhor opção.

“Quando estamos nervosos, preocupados, agitados ou aborrecidos, nós falamos sem pensar, dizemos qualquer coisa que venha à nossa mente”. E depois você tende a se arrepender”,  escreve Anwesha Jana.

Manter a boca fechada quando se está agitado é uma das habilidades mais valiosas a se aprender e, é claro, uma das mais difíceis.

Continue a ler a matéria na próxima página!

8-Ouvir

Assim como ficar quieto, saber ouvir é mais uma habilidade, diz Richard Careaga.

“No local de trabalho, a maioria de nós é tão sobrecarregada com coisas a fazer – mensagens instantâneas, telefones tocando. Nosso cérebro tolera tanta informação, mas depois falha”, disse anteriormente Nicole Lipkin, autora de  “What Keeps Leaders Up At Night”, ao Business Insider.

Uma dica para ouvir de forma ativa é repetir de volta o que ouviu para a pessoa com quem está conversando. “As coisas ficam mais muito mais fáceis quando todos estão ‘na mesma página’”, disse ela.

9-Preocupe-se com o que diz respeito a você

“Leva anos para aprender e dominar isso”, escreve Aarushi Sharma. 

Meter o nariz no trabalho de outra pessoa não ajuda e é um desperdício de tempo e recursos, diz ela.

10-Resista à fofoca

“A coisa mais importante na vida para mim são os relacionamentos”, escreve Jason T Widjaja. “E a coisa mais importante sobre construir e manter bons relacionamentos é a confiança.”Segundo ele, uma das forma mais fáceis de se perder a confiança é fofocar sobre as pessoas pelas costas.

Widjaja afirma que aprender a não fofocar foi difícil porque significou perder conversas possivelmente importantes, se distanciar de pessoas influentes e, com certo desconforto, ter que dizer às pessoas: “Desculpe interromper, mas realmente não preciso saber disso, poderíamos falar sobre algum outro assunto?”

“Mas vá em frente e você terá sua valiosa recompensa”, escreve ele.

11-Controle seus pensamentos

Para fazer o que você quer  e conquistar o que deseja, você precisa direcionar seu pensamento de forma consciente”, escreve Mark Givert.

“O desafio é que somos o produto de nossa experiência passada e nossos pensamentos são resultado disso.No entanto, o passado não é igual ao futuro.”, diz ele

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close