13 situações bem conhecidas para quem detesta acordar cedo

13 situações bem conhecidas para quem detesta acordar cedo

Vocês já devem ter experimentado acordar no meio da madrugada com a sensação de que está na hora de acordar e ir para o trabalho. Ao olhar para o lado, percebe que ainda tem umas horinhas para dormir e apaga novamente com um sorriso no rosto. Na hora que o despertador toca de verdade, por outro lado, a vontade é de encolher-se dentro das cobertas e esquecer que existe um mundo lá fora e que você precisa lidar com ele.

Sabemos que acordar cedo pode trazer uma série de benefícios, mas isso não significa que a tarefa seja fácil! Aliás, é algo bem desafiador.

Você também pode gostar:
Quem disse que não consigo acordar cedo?
3 maneiras de ter qualidade de vida no trabalho e em casa
5 dicas para começar bem o dia

Para dar aquela animada e ajudar a espantar o sono, você corre para abrir a cortina e ver como está o dia lá fora. O choque da luminosidade te faz achar que você é uma vampira, pelo menos por alguns instantes.


via GIPHY

Se algum parente seu estiver dependendo da sua carona e você estiver atrasada para levantar-se, é possível que o dia comece com uma batalha cruel e bem fora do convencional.


via GIPHY

Pior ainda quando seu despertador estraga e você pede alguém de casa para te acordar. O esperado: um empurrãozinho sutil e uma voz suave dizendo que é hora de acordar. A realidade: alguém entrando abruptamente no quarto e te jogando para fora da cama como se o mundo estivesse acabando naquele momento.


via GIPHY

Continue a ler a matéria na próxima página!

Afinal de contas, não custa nada ter um pouco de misericórdia/delicadeza e te trazer de volta para a realidade de um modo sutil. Especialmente se for segunda-feira, acordar neste dia requer muito preparo psicológico.


via GIPHY

Quer coisa mais cruel que aquele sonho de ter ganhado na loteria e seguido do choque de realidade de abrir os olhos e logo lembrar que você está cheia de dívidas para pagar?


via GIPHY

Acordar com um despertador tocando só não é péssimo quando ele é capaz de interromper aquele pesadelo tenebroso.


via GIPHY

O jeito é sair da cama e encher-se de café para dar conta de começar o dia.


via GIPHY

Você até tenta ser uma pessoa bem-humorada antes do meio dia, mas parece ser impossível abrir um sorriso espontâneo até que você tenha contato com a sobremesa.


via GIPHY

Continue a ler a matéria na próxima página!

Chegando ao escritório, você fica sabendo que vai ter uma reunião emergencial no auditório. Antes do assunto principal ser introduzido, alguém resolve fazer um discurso de abertura prolixo e com uma voz tão macia que mais parece estar constantemente cantando uma canção de ninar. Um desafio para sua capacidade de controlar o próprio sono.


via GIPHY

Você não escapa de fazer feio naquela reunião com o chefe e seu colega ao lado precisa te dar uma chacoalhada para acordar.


via GIPHY

E o cubículo onde fica sua mesa te faz lembrar os tempos de fundão na escola, quando você construía uma verdadeira muralha com cadernos, livros e agasalho para tirar um cochilo na carteira sem que o professor percebesse. Agora é dar aquela disfarçada com um vasinho de flores e umas pastas com planilhas para despistar a visão do seu chefe.


via GIPHY

Triste é quando seu colega de trabalho quer usar o intervalo do almoço para falar sobre o divórcio e como está fragilizado emocionalmente com a situação e sua única reação é essa:


via GIPHY

Você passa o dia de um modo arrastado, sonhando com o momento em que vai poder cair na cama novamente e finalmente o expediente acaba. Quando chega em casa, no entanto, esta assim:


via GIPHY

Estirada na cama e sem conseguir fechar os olhos, cheia de energia com todo o café que tomou durante o dia. Então, nos digam vocês: acordar cedo é mesmo tão simples como pode parecer?

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close