20 dicas para economizar para uma viagem

20 dicas para economizar para uma viagem

Olá, pessoal, tudo bem? Eu sou a Vanessa Macagnan e há pouco mais de 1 ano criei meu blog de viagens, o Ciao Viaggio, onde conto minhas experiências e dou dicas para todos que querem viajar de forma independente.

A partir desse mês passarei a escrever aqui no Finanças Femininas com o intuito de ajudar vocês a viajarem mais, economizando sempre que possível. Estou muito feliz com essa parceria e espero que vocês gostem também!

Eu comecei a tomar gosto mesmo por viagens em 2011 e de lá pra cá conheci vários países e cidades. Muitas pessoas me perguntam: “Vai viajar de novo?”, “Como você faz para viajar tanto?” E minha resposta é: organização e prioridades de gastos. Vou compartilhar algumas dicas com vocês que tenho certeza de que ajudarão a economizar dinheiro, que poderá ser utilizado na sua tão sonhada viagem!

1) Organize as suas finanças

Pode parecer bobo, mas muitas pessoas já se perdem nesse primeiro item. Você sabe onde vai parar o seu salário todo mês? Não? Então esse é o primeiro passo! Numa planilha ou mesmo num caderninho, liste todas as suas entradas e saídas de dinheiro, classificando em categorias, como exemplo: Alimentação, Saúde, Moradia, Educação, Lazer, Vestuário, etc. Sabendo onde seu dinheiro é gasto, será mais fácil analisar onde poderá economizar.

Aproveite e baixe nossa planilha amiga de orçamento!

2) Tenha objetivos

Ter em mente uma viagem sonho ou qualquer tipo de meta sempre nos gera uma motivação maior para conseguir alcançar esse objetivo.

Pense nos lugares que você desejar conhecer, estipule um prazo (mesmo que precise alterar depois), pesquise, comece a planejar quanto terá que poupar para tornar esse sonho realidade e, se necessário, por que não fazer uma poupança especial para essa finalidade?

3) Programa de Milhagens

Se você usa cartão de crédito, não deixe de cadastrá-lo no programa de milhagens. Eu já fui para a Itália, Londres, Peru, além de diversos destinos nacionais, usando as milhas do cartão de crédito. Você não paga nada a mais por isso!

4) Disciplina Financeira

Quem nunca usou o cheque especial uma vez na vida sequer levante a mão! Rsrs. Como já devem saber, os juros cobrados são altíssimos e, se além disso você ainda paga o mínimo da fatura do cartão de crédito, pare tudo e volte ao item 1 dessa lista (Organize as suas finanças).

Converse com o gerente do seu banco para renegociar suas dívidas, e organize seus gastos para não utilizar essas linhas de crédito que são caríssimas e vão colocar em risco o seu orçamento.

5) Pechinche

Eu confesso a vocês que sempre tive um pouco de vergonha de pechinchar, mas tenho tentado melhorar. Se você tem dinheiro para pagar uma compra à vista, por que não negociar um desconto? Não custa tentar!

Continue vendo as dicas na próxima página!

6) Economias em casa

Será que você precisa de um pacote de TV por assinatura com tantos canais? Você realmente faz uso dos mesmos? O Netflix, por exemplo, tem diversas opções de filmes e seriados, a um valor mensal bem amigo.

Em tempos de energia elétrica super cara, que tal analisar seus hábitos dentro de casa? Aparelhos eletrônicos estão ligados sem necessidade? Já trocou as luzes comuns pelas de led (são mais caras, porém, consomem muito menos energia, e valem a pena!)? Será que a água também está sendo desperdiçada a toa?

Muitas vezes nem percebemos esses gastos, porém, a mudança de nossos hábitos fará bem a natureza e também ao nosso bolso.

7) No escritório

Você costuma tomar café da manhã na padaria próxima ao trabalho? A tarde também manda ver num lanchinho que compra pronto? Sei que dá trabalho e pode ser meio chato, mas levar comida de casa para o trabalho pode representar uma economia significativa no final do mês. Isso sem contar que muitas vezes desperdiçamos alimentos em casa, que acabam estragando ou perdendo a data de validade. Levar comida de casa para o trabalho acaba sendo uma economia em dose dupla.

8) Beleza

Só nós mulheres sabemos o quanto custa ficar bonita…rsrs. Gastos com manicure, pedicure, cabeleireiro, depilação, etc., quando somados representam um gasto considerável ao longo do ano. Por que não passar a fazer alguns desses serviços em casa mesmo? Experimente hidratar o cabelo em casa (essa economia é enorme!), trocar a manicure semanal por quinzenal, etc. Você vai ver que conseguirá economizar um bom dinheiro com isso.

9) Alimentação

Pesquise quais os supermercados mais baratos e de fácil acesso a você. Pode dar um certo trabalho, mas as diferenças de valores de alguns itens as vezes podem ser gritantes e você poderá concentrar suas compras em determinado estabelecimentos.

10) Transporte

Custos com carros são altíssimos. Eu, por exemplo, pego bastante trânsito e, dessa forma, gasto muito com combustível. Pesquise bastante os preços em postos próximos a sua casa, trabalho e avalie se você precisa mesmo de um carro. Pense da seguinte forma: você conseguiria fazer boa parte de seus trajetos com transporte público, utilizando táxi apenas em situações pontuais? Em caso afirmativo, reveja seus gastos de manutenção de carro (seguro, IPVA, combustível…) e avalie se realmente compensa mantê-lo.

dinheiro-viagem

 

Continue vendo as dicas na próxima página!

11) Chega de compras por impulso:

Passeando pelo shopping, você viu um par de sapatos lindo e ficou louca pra comprar? Calma! Respire fundo, finja que não o viu (sei que é difícil, mas vá por mim: você consegue!). Muitas vezes compramos coisas desnecessárias por impulso e nos arrependemos. Se daqui a 1 ou 2 dias você ainda estiver pensando no bendito par de sapatos e tiver dinheiro para comprá-lo, vá em frente rsrs. Mas aposto com você que muitas vezes você terá esquecido.

12) Compras pela internet

Eu demorei, mas me rendi às compras pela internet! Está tudo ali, a seu alcance, a apenas um clique do mouse e quando a compra chega em casa, parece que você ganhou um presente! Quem se identifica? Rsrs

Eu tenho comprado algumas coisas de casa pela internet e o que faço é pesquisar em sites como Bondfaro e Buscapé se a promoção é realmente boa ou se posso esperar para comprar depois.

Se você gosta de comprar itens de valores menores, como roupas, bijouteria, etc., mas acaba se empolgando (e gastando) demais no fim do mês, estipule um valor máximo mensal para essas compras, de modo a não comprometer sua renda.

13) Organização

Pode parecer besteira, mas não é: ser uma pessoa organizada te fará mais consicente daquilo que realmente precisa. Quantas roupas, sapatos, bijouteria e maquiagem estão lá esquecidas no nosso armário? Mantenha uma rotina de arrumação para saber o que você tem e crie novas opções de looks utilizando as roupas que estão lá de bobeira no seu armário e pare de gastar dinheiro com aquilo que já tem! A Ju, do Economoda, firmou um compromisso de ficar 6 meses sem comprar nada de roupas e está funcionando!

14) Venda o que não usa mais

Você arrumou seu armário e se deparou com aquela bolsa linda que nem lembrava que tinha, mas provavelmente não vai usar mais? Por que não vendê-la a uma amiga ou na Internet? Existem diversos sites de compra e venda de usados, como OLX, Mercado Livre

15) Substituições

Ok, você arrumou tudo, se livrou do que não usa mas chegou a conclusão de que NECESSITA do novo batom caro daquela marca gringa! Sabia que existem muitos produtos nacionais que tem a cor super parecida?? Várias blogueiras de maquiagem dão dicas de substituições que só farão diferença no seu bolso, e não no seu look.

E maquiagem é apenas um exemplo! Muitos produtos que você utiliza hoje podem ser substituídos por marcas mais baratinhas, sem necessariamente influir na qualidade. É só uma questão de deixar o preconceito de lado e experimentar!

Continue vendo as dicas na próxima página!

16) Academia

Você paga uma pequena fortuna de mensalidade na academia para aparecer por lá de vez em quando? Será que não compensa achar uma mais baratinha no seu bairro, ou mesmo fazer exercícios ao ar livre? Pense e avalie se não vale a pena fazer adaptações.

17) Saídas com os amigos

Bares e baladas toda semana podem causar pequenos estragos no seu orçamento quando não bem administrados. Por que não combinar de encontrar seus amigos em sua casa e vocês mesmos prepararem as bebidas e petiscos? Vocês vão se divertir bastante e economizar uma boa grana!

18) Passeios gratuitos

Você não deve se privar dos momentos de lazer com sua família e amigos! São esses os momentos que fazem nossa vida mais feliz, não é verdade? Mas, para isso, você não precisa gastar horrores: procure por programas gratuitos na sua cidade, como parques, por exemplo. O Catraca Livre tem várias dicas de programações gratuitas bacanas para você conhecer – vale a pena pesquisar!

19) Restaurantes

Eu amo conhecer restaurantes novos e por mim almoçaria e jantaria fora pelo menos 3 vezes na semana. Se faço isso? Não! Comer fora de casa é muito caro, mas também você não precisa abrir mão dessa delícia, apenas determine um valor mensal para isso. Outra dica é utilizar aplicativos, como o Grubster, que garantem descontos em determinados estabelecimentos.

No restante dos dias, prepare suas refeições em casa, chame a família, amigos e tudo vira uma ótica desculpa para reunir pessoas queridas…e economizar!

20) Faxina

Você mora sozinha ou com o marido/namorado apenas? Em caso afirmativo, muitas vezes é desnecessário manter uma pessoa semanalmente para fazer a limpeza de sua casa. Será que não seria o suficiente contratar uma pessoa a cada 15 dias apenas, enquanto mantém a casa organizada nos demais? A economia será grande e você ainda gasta umas calorias…rs

Espero que as dicas ajudem vocês a viajar cada vez mais!

E, quando forem programar a viagem, não deixem de visitar o blog: www.ciaoviaggio.com

Vanessa V. Macagnan
Site:www.ciaoviaggio.com
Instagram: @ciaoviaggio
Facebook: https://www.facebook.com/ciaoviaggio2

Este conteúdo foi útil para você?

Vanessa Macagnan

Vanessa Macagnan

Viajante econômica

close