3 dicas para escapar dos perigos da Black Friday

3 dicas para escapar dos perigos da Black Friday

A cada ano cresce a estimativa do varejo, principalmente online, para a Black Friday brasileira, em uma tentativa de consolidar a tradição americana no país. Segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), na edição de 2015, a expectativa de rendimento é de R$ 1,31 bilhão. Mas essa visão positiva pode ser somente para quem vende, exigindo cuidados de quem quer comprar nesta época.

No final da Black Friday do ano passado, a quinta edição brasileira da promoção, o site Reclame Aqui registrou 12 mil queixas. Os principais motivos para reclamações são problemas de navegação, dificuldades de continuar a compra e frete muito alto para o comércio online, e “maquiagem” para esconder preços reais em todos os tipos de loja.

Você também vai gostar de:
Em dois anos, dívida de um tênis cresce o suficiente para comprar um carro
12 reações comuns após ver o 13º salário na conta
Desafio: Fim dos seis meses sem compras!

Para que você sobreviva ao período de Black Friday 2015 sem cair na tentação das promoções e acabar com dívidas e compras desnecessárias, separamos algumas dicas valiosas.

Continue a ler a matéria na próxima página!

Não confie em tudo o que vê 

Os dados do site Reclame Aqui expõem algumas das empresas mais perigosas para se comprar durante a Black Friday. Muitas delas já enganaram o consumidor mesmo estando cadastradas no site oficial do evento. É importante pensar bem em todas as promoções que chegam até você, principalmente na internet, e mesmo que seja de uma loja que você já conhece e comprou antes em outro período.

Compare o valor real dos produtos que pretende comprar com os valores da promoção, procure por comentários nas páginas das lojas nas redes sociais e, principalmente, busque por reclamações de entrega, frete ou mesmo fidelidade ao valor proposto.

Tenha paciência!

Com exceções de algumas lojas que estendem em semanas ou durante todo o mês de novembro como estratégia de marketing, a Black Friday brasileira dura somente um dia, assim como nos Estados Unidos. Como se este fato já não provocasse ansiedade o suficiente, as propagandas neste período estão sempre lembrando das oportunidades e vantagens nas promoções que, supostamente, você não poderá perder.

Mas a pressa acaba sendo uma aliada das compras por impulso, portanto, o ideal é ter calma. Os americanos já estão acostumados a esperar o ano inteiro pela Black Friday, que acontece logo após o feriado de Dia de Ações de Graças, pois sabem das vantagens que o mercado pode oferecer. Mas lembre-se de que, apesar de estarmos na quinta edição do evento, o varejo brasileiro ainda precisa amadurecer e também aprender a respeitar o consumidor nesta fase.

Lembre-se que estamos em ano de crise e que o comércio precisa desovar mercadoria. As perspectivas ruins para as vendas no período que antecede o Natal fizeram, inclusive, com que os lojistas abrissem mão de contratações temporárias. Os varejistas não vão perder a oportunidade de fazer bons negócios, ou seja, as ofertas não vão se limitar ao dia da Black Friday. Lembre-se também que em breve teremos as liquidações de janeiro.

Continue a ler a matéria na próxima página!

Pesquisar vale a pena! 

Sabe aquele sofá que você estava planejando comprar há meses? Muito provavelmente você já sabe quanto ele custa e quais variações de preço pode encontrar em diferentes lojas, não é mesmo?

black-friday-cuidados

Se você já sabe que produto realmente precisa e o quanto a Black Friday poderia te dar de vantagem quanto ao preço, ou seja, fez uma boa pesquisa antes do início do período de promoções, a compra pode ser vantajosa.

Tenha cuidado para não se empolgar e utilizar o valor que sobrar em outras compras desnecessárias ou escolher lojas que não são confiáveis. Não é só o desconto que está em jogo quando se fala de Black Friday!

Fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close