3 dicas para trabalhar em uma nova cidade

3 dicas para trabalhar em uma nova cidade

Malas feitas, hora de buscar uma nova cidade, um novo emprego, uma nova vida! E o que fazer com o frio na barriga? E a ansiedade, como amenizá-la? Não trata-se apenas de uma nova vizinhança, novos costumes, caminhos, mudar de cidade é aprender a viver em um universo completamente diferente, muitas vezes bem longe de todas as suas referências profissionais.

A decisão de mudar pode partir de você mesma, assim como pode acontecer por outras circunstâncias, as vezes para acompanhar um parente ou seu companheiro (a). A questão é que para colocar a vida profissional nos eixos nessa nova cidade, é preciso ter paciência, perseverança e beneficiar-se das vantagens da era digital.

Networking

Dê uma olhada com calma em seu email profissional e em suas redes sociais. Descubra pessoas que você conheça ou que pelo menos tenha alguma ligação em comum na cidade que você mudou. Tente resgatar também entre seus emails antigos algum contato profissional com alguém que mora nesta cidade nova (de repente alguém para quem você já tenha prestado serviços anteriormente). Faça contato e procure dar referências profissionais suas, para que essa pessoa consiga associar seu nome a algum serviço prestado.

Exemplo, você encontra o email de um cliente antigo, que talvez nem lembre-se mais de você, vale fazer o contato relembrando os aspectos mais importantes daquela ocasião. “Olá, Fulano! Tudo bom? Trabalhamos juntos há cerca de X meses, eu produzi isso,isso e aquilo para você, lembra de mim?…”. É uma forma de você começar um contato fazendo a pessoa lembrar de seu potencial.

3 dicas para trabalhar em uma nova cidade

Aproximação inteligente

Esqueça a timidez. Faça o que falamos acima com todo mundo que você conseguir lembrar, que de alguma forma possa te dar indicações em sua área de interesse. Em várias situações você vai ouvir “não”, mas o importante é não desistir, com determinação o “sim” sempre aparece.

Ao trocar emails com pessoas que você acredita que podem te ajudar, ou mesmo que forem indicadas a você, procure referências sobre o campo profissional nessa cidade, quais os melhores lugares para procurar emprego, fale sobre suas habilidades e converse com essas pessoas para saber a opinião delas sobre qual empresa nessa cidade tem o perfil ideal para você.

Dessa forma você estabelece uma conexão mais sólida, estimula o outro lado a querer te ajudar. É um jeito muito mais construtivo do que simplesmente “pedir” um emprego.

Mantenha contato

Ainda que várias tentativas profissionais não resultem em um emprego, não deixe de fazer contato com as pessoas que trabalham em sua área. Hoje você pode ser negada para uma vaga, mas amanhã poderá ser indicada para uma outra oportunidade. Mas você precisa lembrada, por isso é importante manter o contato, ainda que seja para conversar trivialidades. Interaja com essas pessoas nas redes sociais, procure conversar e ter alguma liberdade para aproximar-se.

 

E você, já mudou de cidade alguma vez? Conte-nos como foi a sua experiência! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close