4 dicas para trabalhar como freelancer

4 dicas para trabalhar como freelancer

Pode acontecer por necessidade ou por vontade própria. Trabalhar como freelancer é uma realidade na vida de muitas pessoas, mas há quem acabe ficando embaralhada entre as contas e o dinheiro recebido, por deixar de organizar alguns pontos básicos antes de colocar as mãos na massa.

Então se você está decidida a prestar serviços por conta própria, preste bem atenção nos fatores que são cruciais para que você tenha sucesso!

Organize os pagamentos e monte um orçamento

Acabou aquela história de contracheque detalhado, mas isso não significa que você precisa deixar seus lucros sem organização. Uma dica para ter sua situação regularizada é tornar-se uma microempreendedora individual, para que você tenha condições de emitir notas fiscais pelos serviços que presta. Dessa forma, você tem mais controle do que está recebendo e ainda facilita a organização dos seus recebimentos na hora de declarar imposto de renda. Vale dar uma conferida no portal do empreendedor para tirar as dúvidas de como proceder para tornar-se microempreendedora.

Feito isso, deixe seu orçamento bem organizado, detalhando lucros e despesas gerais. Assim você tem mais controle sobre o quanto vai receber a cada mês e consegue identificar os momentos em que vai precisar de uma reserva financeira maior. Vale lembrar também que você terá de contar com despesas que provavelmente não tinha quando trabalhava como CLT. Muitas empresas oferecem benefícios como plano de saúde, vale alimentação e transporte. Trabalhando por conta própria é preciso que você organize-se para manter essas despesas em dia.

Tenha um espaço confortável para trabalhar

Se tiver condições de transformar algum cômodo da sua casa em escritório, ótimo. Mas se isso não for possível, também não há motivo para desespero. O importante é que você tenha um espaço tranquilo e confortável para trabalhar. Preocupe-se com a organização deste local, com a iluminação e, sobretudo, com o silêncio. Sem um ambiente propício, a primeira coisa a ser afetada é a sua produtividade.

o que fazer antes de trabalhar como freelancer

Disciplina sempre!

Em um primeiro momento, você pode até gostar da sensação de não precisar enfrentar trânsito para ir ao escritório, de ter a liberdade de escolher seus horários de trabalho e de assistir seu programa de televisão favorito em seu horário de almoço. Essas “regalias” podem somar como qualidade de vida, mas apenas se você for uma pessoa disciplinada.

É preciso ter sempre em mente os seus objetivos para não deixar a proatividade dar espaço à procrastinação. É aquela velha história de permitir-se acordar um pouco mais tarde, deixar para trabalhar durante a tarde para resolver uma coisinha no banco, depois voltar pra casa e demorar no almoço, lembrar de ligar para aquela amiga, etc e tal…pronto, chegou o fim do dia e sua produtividade foi zero. O peso dessa falta de comprometimento com horários e com uma programação será sentido ao fim do mês, quando você der uma olhadinha no seu orçamento.

Crie uma rotina e seja obediente a ela, quem tem a ganhar com isso é você!

Converse com sua família

Não se assuste se você começar a ter discussões frequentes com seus familiares. Inicialmente é bem possível que as rotinas da casa entrem em choque com sua rotina de trabalho. Afinal de contas, você não vai ficar satisfeita se precisar de concentração ao mesmo tempo em que seu filho decide ouvir som alto. É preciso conversar com todos os moradores e fazê-los entender que você precisa de um ambiente calmo para conseguir trabalhar. Seja paciente e busque esse diálogo despertando a compreensão em seus familiares.

 

E você, como organiza a sua vida como freelancer?

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close