4 truques para ir às compras sem estourar o cartão!

4 truques para ir às compras sem estourar o cartão!

Quando a gente tira um dia para fazer compras e volta para casa com o triplo de sacolas que planejávamos trazer, o sentimento de culpa é praticamente inevitável. Afinal, depois de uma “aventura” como essa a fatura de cartão de crédito torna-se capaz de nos fazer chorar mais do que uma comédia romântica com o Hugh Grant em um dia de TPM.

Esses impulsos consumistas acontecem pelo menos uma vez na vida de qualquer mulher, mas para algumas são um problema mais frequente e a origem de situações muito mais graves, como dívidas intermináveis. Sempre falamos aqui do risco de ficar refém do crédito rotativo e como é importante evitar o descontrole financeiro. Para dar uma mãozinha na difícil missão de não ceder às tentações do consumo, vamos falar sobre algumas formas de minimizar os gastos em lugares que são verdadeiras armadilhas, como shoppings e lojas de departamento.

Faça o dever de casa antes de ir às compras

Antes de circular entre as vitrines, faça um bom raio-x da sua situação financeira. Confira o saldo da sua conta bancária, o quanto estima que terá de receita naquele mês e as contas que ainda não foram pagas. Assim você tem uma imagem de qual é a sua realidade antes de fazer aquela compra por impulso.

Evite contar sempre com o cartão de crédito

Se na dica acima você viu que a situação não é das melhores mas pensou logo em seguida: “vou usar o cartão e no próximo mês eu resolvo isso”, você está simplesmente agendando uma data para ter dor de cabeça.

O ideal é que você use seu cartão de crédito com tranquilidade, contando com uma renda fixa capaz de cobrir as despesas da fatura. Não adianta nada trabalhar duro para ter o suficiente apenas para pagar as parcelas atrasadas. Jamais caia na cilada de pagar somente o mínimo exigido pela operadora do cartão, é dessa forma que você fica presa a uma dívida que não para de acumular juros.

faça compras sem estourar o cartão de crédito

Aja como uma estrategista na hora de comprar

Um olhar mais criterioso do que apenas a beleza de uma peça pode te ajudar a fazer compras mais uteis e baratas. Em lojas de roupas, por exemplo, se você vai com a intenção de comprar uma “roupa coringa”, daquelas que combinam com tudo a qualquer tempo, vale a pena investir em algo mais qualidade, afinal a intenção é levar para casa algo que você não precisará comprar de novo por um bom tempo.

Por outro lado, se você quer muito alguma coisa que está na moda, mas que não tem certeza se continuará usando na estação seguinte ou no próximo ano, não há necessidade de pagar caro em uma roupa assim. Aposte nas liquidações e peças mais baratas que podem ser usadas no dia-a-dia. Assim, quando a roupa cair em desuso no seu armário, você não ficará com o peso na consciência, pois gastou pouco pela aquisição.

Abra mão dos rótulos!

Seja prática, o que você deseja: sentir-se bem com o que veste e criar sua própria identidade visual ou complicar-se financeiramente para comprar uma bolsa ou sapato caríssimos daquela grife que está sempre nas revistas de moda? Não há nada de errado em usar itens de grifes de luxo, o erro estar em depender delas para ter satisfação.

Não é todo mundo que tem condições de gastar fortunas para tomar um luxuoso banho de loja e vamos ser realistas, você precisa mesmo disso? Abra mão disso e comece a explorar outras possibilidades para ficar com um visual bacana. Feiras, bazares, galerias sempre oferecem opções bacanas, originais e que podem sair bem baratas. Um visual bacana tem muito mais a ver com a sua criatividade do que com padrões de marcas.

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close