4 vantagens de viajar em baixa temporada

4 vantagens de viajar em baixa temporada

Além de descansar e colocar a vida em dia, viajar está entre as principais metas de todo mundo quando tira férias. Seja sozinha ou acompanhada, por vários dias ou apenas um fim de semana, para dentro ou fora do País: o programa sempre cai bem. Com o cenário econômico desfavorável e o orçamento apertado, entretanto, não está fácil colocar esse plano em prática.

Reflexo disso são os dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que mostram que a busca por voos domésticos caiu 6,9% e por internacionais 4,6% entre julho deste ano e do ano passado. Mesmo com o momento difícil, uma maneira de tornar esse sonho possível é se planejando para tirar férias longe das altas temporadas: janeiro, julho e dezembro.

Se for uma opção, combinar com a empresa de fazer a pausa no trabalho em meses “alternativos” pode trazer grandes vantagens financeiras e ainda permitir que você fique mais tempo viajando, escolha acomodações melhores ou vá para destinos mais valorizados. É preciso, entretanto, prestar atenção às características do local onde se pretende ir: se a baixa temporada for sinônimo de chuvas, por exemplo, pode não ser a melhor ideia.

Passagens aéreas
Para quem planeja fazer viagens distantes, a busca por passagens aéreas é o primeiro passo para descobrir se o passeio vai caber no orçamento. Embarcando fora dos meses mais procurados, é possível encontrar preços até 65% menores, indica levantamento do PassagensAéreas.com.br.

Segundo a plataforma, que compara passagens nas principais companhias aéreas do mundo, nesses períodos são encontradas condições mais vantajosas tanto em destinos nacionais como internacionais, incluindo locais com alta procura, como Estados Unidos e Europa.

Os dados também indicam outubro e novembro como os meses com passagens mais baratas. A menor procura por viagens nesse período, entre as férias de julho e dezembro, explica o patamar inferior das tarifas.

Para encontrar bons preços, é preciso pesquisar, testar datas de embarque, dias de compra e buscar diferentes rotas. Entrar em sites que comparam valores e se inscrever nos serviços de alertas e newsletters que as próprias plataformas oferecem são ótimas maneiras de encontrar as melhores passagens. Além do PassagensAéreas.com.br, outros sites que podem ajudá-la são o eDestinos, SkyScanner, Voopter, Momondo, Melhores Destinos, Kayak e Decolar.com.

viagem_baixa_temporada_interna

Hospedagem
Além das passagens, longe da alta temporada as hospedagens também costumam ficar mais em conta. Segundo dados do tHPI, índice de preços de hotéis da plataforma Trivago, enquanto o preço médio de um quarto duplo em Natal (RN) era de R$ 200 em outubro do ano passado, o valor foi para R$ 344 em janeiro deste ano e R$ 182 em abril. Em Gramado (RS), a média era R$ 341 em outubro, R$ 495 em janeiro e R$ 276 em abril.

Além do Trivago, é possível pesquisar hospedagens em plataformas como o Booking.com, Hoteis.com, Expedia, Hostelworld e Tripadvisor. Antes de escolher, compare os preços e benefícios de vários tipos de hospedagem, como hotéis, hostels, pousadas e Airbnb, por exemplo.

Leitura complementar

Planilha dos Sonhos

Planilha dos Sonhos

Ver mais

Lazer
Alguns passeios turísticos e refeições em restaurantes típicos são programas que não podem faltar em uma viagem. As opções de lazer, entretanto, também têm seus preços inflacionados em épocas de grande procura. Além de encontrar valores mais atrativos, fora de temporada é possível negociar preços e conseguir bons descontos.

Mesmo com opções mais baratas, é importante colocar um limite de gastos com lazer, já que é fácil se perder nas contas enquanto viaja. Também é sempre bom pesquisar as opções e ouvir opiniões de quem já conhece os locais, para ver o que realmente vale a pena e o que pode ser uma furada.

Tranquilidade
O último fator não tem ligação com dinheiro, mas é, de fato, uma vantagem em se viajar em épocas menos movimentadas: a tranquilidade. Fora da temporada, aeroportos, hotéis e pontos turísticos ficam mais vazios e, dependendo do seu estilo, a experiência turística pode ser mais pessoal e agradável.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

marianaribeiro

Mariana Ribeiro

Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

close