5 dicas para começar 2014 com o pé direito!

5 dicas para começar 2014 com o pé direito!

Olá, meninas! Depois de um breve recesso, o Finanças Femininas volta com todo o gás! Para começar o ano com o pé direito, com certeza todo mundo fez planos e novas promessas no réveillon, certo? Se este não foi o seu caso, mas você quer ver grandes transformações em sua vida em 2014, é hora de colocar as mãos na massa!

Para abrir o ano com chave de ouro, trazemos algumas dicas de metas para nossas leitoras acrescentarem em seus objetivos. Afinal de contas, sonhar é muito bom, mas melhor ainda é fazer o sonho virar realidade. Grandes conquistas dependem sempre de grandes esforços. Sendo assim, para alcançar suas metas, que tal começar desde já?

Aprenda uma nova língua

Fala português e inglês fluentemente? Ótimo, comece seu curso de espanhol. Já fala as três línguas? Perfeito, pode procurar uma escola de francês para começar o aprendizado da quarta língua. Aprender um idioma não é somente capricho, é um enorme diferencial.

O conhecimento também pode te proporcionar experiências únicas, como viagens a trabalho para um país em que você domine o idioma melhor que seus colegas. Além disso, ser poliglota pode ser fundamental para sua escolha durante um processo seletivo, principalmente em multinacionais.

Faça uma especialização

O princípio aqui é o mesmo do conselho acima. Se você já fez uma especialização, avalie novos cursos que podem te engrandecer como profissional. Para as mulheres que se interessam pela área de pesquisa e tem gosto pela vida acadêmica, não perca tempo e corra atrás de seu mestrado ou doutorado. Garantir estes títulos significa ter oportunidades de salários melhores e possibilidade de envolvimento em grandes projetos.

como começar bem 2014

Avalie seus investimentos

Suas aplicações não renderam como você gostaria no ano passado? Você pode ter adotado a estratégia errada…o ano de 2014 poderá trazer certa instabilidade, tendo em vista que trata-se de um ano eleitoral. O ideal é que você reavalie seus investimentos para saber o que vale a pena manter e quais as mudanças você deveria fazer. Se quiser uma ajuda profissional para isso, confira o que a planejadora financeira Myrian Lund tem a dizer sobre o assunto.

Reveja seu orçamento e quite as dívidas

Por muitas vezes a gente se preocupa com as dívidas e prometemos a nós mesmas que vamos buscar uma solução e acabar com todas as pendências. Então pare de fazer promessas e coloque alguma atitude em prática para ver-se livre das dívidas. Veja quais os gastos você pode cortar, pense em alguma alternativa para ganhar um dinheiro extra (trabalhos como freelancer, por exemplo) e organize os pagamentos por prioridade.

Ah, não deixe de renegociar aquelas dívidas que já cresceram a ponto de você não conseguir mais arcar com o valor. Não será do dia para a noite que você deixará de ter pendências, mas para acabar com o problema é preciso dar um passo por vez. Mantenha o foco na quitação e faça planos para quando estiver com suas contas em dia, isso será um grande motivador!

Faça um balanço do ano anterior

Faça uma retrospectiva da sua vida no último ano. Pense em todos os acertos e tropeços, conquistas e decepções. Separe o que deu certo e o que deu errado por responsabilidade sua das coisas que aconteceram por circunstâncias da vida. Quanto aos erros, não fique abatida e nem ignore o problema. Tenha em mente que o erro é o primeiro passo para buscar o acerto. Quanto as coisas que conquistou, procure evoluir ainda mais a partir deste ponto.

Ao longo de nosso caminho, percebemos que algumas coisas que colocamos entre os nossos objetivos acabam perdendo o sentido. Sendo assim, mantenha em seus planos somente aquilo que fizer sem sentido. Se você percebeu que estava gastando energia no foco errado (um emprego que não era o que você esperava, um investimento que não é tão rentável), deixe as frustrações para trás e trace uma nova meta.

Novo ano, nova vida! Comece agora as suas mudanças!

 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close