5 dicas para viver bem e evitar desgaste financeiro em repúblicas

5 dicas para viver bem e evitar desgaste financeiro em repúblicas

Quando mudamos de cidade, seja para trabalhar ou estudar, morar sozinha nem sempre é a opção mais viável inicialmente. Apesar da liberdade e privacidade, os custos para bancar um imóvel sem dividir as contas com ninguém pode ser bem alto e depende de uma boa estruturação financeira. Em grande parte das vezes, essa não é a realidade, por exemplo, de quem se muda para uma grande capital com o objetivo de fazer faculdade. O foco da maior parte do tempo voltado para os estudos permite apenas um emprego de meio turno ou mesmo um estágio, que é necessário para alavancar a carreira.

Do mesmo modo, uma pessoa formada e em fase de construção da carreira pode optar por dividir as contas para reduzir as despesas. Nesses casos, a alternativa mais procurada é a república. Se ela for constituída por pessoas amigas, que já tenham um conhecimento prévio de como será o convívio, a experiência pode ser mais simples. No entanto, quando a república é formada por pessoas que ainda não se conhecem tão bem, é preciso ter uma série de cuidados para prezar pelo bom convívio e evitar desgastes não só no cotidiano, mas também prejuízos financeiros.

Contas

Antes de qualquer providência, é preciso saber o valor total das despesas fixas (aluguel, condomínio, IPTU, internet, TV por assinatura, etc) e estabelecer uma data para o pagamento, preferencialmente com alguns dias de antecedência do vencimento. Brigas em função de atrasos ou irregularidades por parte dos colegas pode gerar muitas dificuldades na convivência.

No momento de realizar uma entrevista para acertar os detalhes sobre a moradia, esclareça todas as dúvidas e procure saber como são conduzidas as questões relacionadas às despesas da casa.

Despesas variáveis

A forma como os gastos com comida, produtos de higiene e limpeza são distribuídos variam de acordo com cada república. Em alguns lugares essas despesas também são divididas por igual, mas isso pode gerar certo desgaste se não houver proximidade com as pessoas. Podem parecer bobagens, mas alguns detalhes, com o tempo, podem virar brigas grandes.

Por exemplo, se vocês dividem as compras do supermercado por igual, mas sempre que chega em casa não encontra mais na geladeira os frios comprados para fazer um sanduíche, isso vai lhe causar irritação. Se for uma situação isolada e não acontecer outras vezes, não há problema. A questão é quando essa divisão mal feita torna-se uma constante.

Se a divisão dessas despesas não estiver funcionando bem, o ideal é que essas compras sejam feitas individualmente. Avalie com seus colegas qual sistema funciona melhor, antes que algum contratempo aconteça.

geladeira-vazia

Continue a ler a matéria na próxima página.

Limpeza

Entre as despesas fixas, veja se é possível incluir uma faxina a cada quinze dias. Se esse gasto ultrapassar o orçamento de todos, o ideal é estabelecer um calendário com as responsabilidades de cada membro da casa ao longo do mês (dia de limpar o banheiro, de varrer a casa, de limpar a cozinha, etc).

Independente de contar ou não com uma faxineira, as áreas comuns da casa precisam de manutenção dos moradores. Vale aquela regrinha simples: sujou, limpou. Não deixe que o mau hábito do “ah, mais tarde eu lavo” entre para a rotina. Imagine que desagradável se você chega em casa cheia de fome, pensando em cozinhar algo bem gostoso, mas encontra a pia cheia de louça suja do colega?

Barulho em casa

Você acorda mais cedo que todo mundo e precisa movimentar-se pela casa para se arrumar para o trabalho. À noite, cansada e querendo dormir cedo, o colega do quarto ao lado ainda está bem alerta e ouvindo música alta. Difícil encontrar o ritmo certo dessa dança cotidiana, não é mesmo?

Cada um tem uma rotina, cada um tem suas prioridades. No entanto, o bom senso deve reinar entre as diferenças. Acordou antes de todo mundo e está com pressa? Redobre o cuidado para fazer tudo o que precisa sem acordar os outros. Não precisa preocupar-se em dormir tão cedo, diferentemente do colega? Policie-se com o volume dos aparelhos telefônicos e o tom das conversas. Além do desconforto de incomodar o outro, barulhos excessivos depois das 22h podem render multas a vocês. Dá para evitar essa facada no bolso, não é mesmo?

Diálogo

Quando um problema acontece uma vez, faça o possível para que ele não se repita. É importante manter a comunicação aberta e agradável com as pessoas com quem você vai dividir um imóvel. Afinal, por mais que cada morador tenha sua vida para cuidar, vocês dividem o mesmo ambiente e as mesmas contas.

O nosso lar precisa ser harmonioso para que nossa vida siga equilibrada. Nada mais desagradável do que ir para casa com pesar depois de um dia cansativo, com aquela sensação ruim de querer evitar trombar com os colegas nos corredores para evitar aborrecimentos. Use sempre o bom senso para resolver impasses, de forma a evitar brigas mais sérias.

 

Crédito das fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close