5 maneiras de ser positiva como empreendedora em tempos de crise

5 maneiras de ser positiva como empreendedora em tempos de crise

Para muitas empreendedoras, a crise econômica pode transformar o sonho do negócio próprio em uma aposta assustadora. São comuns o medo de investir ou começar planos de crescimento neste momento.

Para Bianca Colepicolo, presidente da Agência de Desenvolvimento Regional do Alto Tietê e especialista em inovação de projetos públicos, é preciso enfrentar a crise e não deixar o empreendimento desandar, só que com os cuidados redobrados.

Você também pode gostar:
Em tempos de crise, bancos dificultam acesso ao crédito
4 empresas que superaram um momento de crise
O que dizer para meu filho em tempos de crise

“Você não precisa mudar o seu jeito de empreender, mas sim estar atenta e vigilante com tudo o que é seu. Como se estivesse cuidando das coisas de outra pessoa”, explica.

Nas experiências que acumula no mercado (ela já administrou quatro pontos comerciais e uma empresa de eventos), Bianca enfrentou crises internas e externas de um negócio. Ela ressalta que, além da superação de desafios a curto prazo, o aprendizado pode ser levado para as novas fases da carreira de uma empreendedora. “Hoje consigo ter uma vida mais calma e uma visão mais estratégica de tudo”, diz.

Não deixe o seu empreendimento parar ou ficar para trás por medo da crise. Saiba como enfrentar os problemas nesse período com cuidado, planejamento e muita persistência.

1. Busque inspiração

Leia histórias de outros empreendedores que enfrentaram e superaram momentos de crise. De acordo com Bianca, conhecer outras experiências de sucesso ajuda a inspirar planos e iniciativas, além de ser um incentivo diante de opiniões negativas que você poderá receber.

2. Mantenha o compromisso e persista

É importante ter em mente que o empreendimento é o seu compromisso profissional e, sendo a criadora do negócio, você não pode se desprender tão facilmente no primeiro sinal de instabilidade. Logo, a crise econômica e os desafios também não devem ser encarados como impedimentos.

“Eu percebo que as pessoas costumam esperar resultados rápidos e desistem quando não conseguem. Elas não dão tempo para o negócio amadurecer”, diz Bianca.

Continue a ler a matéria na próxima página!

3. Esteja preparada para enfrentar os mais diversos cenários

Bianca defende que para empreender é preciso se preparar para mudanças de cenários econômicos e aprender a adaptar-se a eles.

“É importante estar apta a experimentar novos modelos de negócio, de acordo com o retorno da economia e da experiência dos clientes”, aconselha.

crise-empreendedora-positiva

4. Mantenha seus planejamentos e estratégias atualizados

O planejamento estratégico do seu empreendimento deve ser atualizado periodicamente, de preferência com o envolvimento de todos os setores para entender as necessidades do negócio como um todo.

Na crise atual, é difícil prever o que irá acontecer de positivo ou negativo para a economia do país. Por isso, é importante entender quais fatores influenciam diretamente o seu negócio. Criar um planejamento para situações de emergência pode ser um escudo durante este período.

5. Use a crise a seu favor

Bianca acredita que oportunidades de negócio podem aparecer na crise, tanto para quem está começando a empreender quanto para quem já está no mercado.

O ideal é adaptar o seu negócio ao cenário econômico – criando produtos, promoções ou novas formas de atendimento.Tenha como base o retorno dos clientes e procure compreender o que eles precisam no momento.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close