5 obstáculos que toda freelancer já passou um dia

5 obstáculos que toda freelancer já passou um dia

Trabalhar como freelancer pode ter uma série de vantagens, coordenar os próprios horários, trabalhar no conforto de casa, evitar trânsito em horário de pico e gastar menos dinheiro com transporte e alimentação. No entanto, nem tudo são apenas flores, existem alguns perrengues que só quem já prestou algum tipo de serviço como freelancer sabe como são.

Tropeços com projetos errados, falta de experiência para lidar com algumas situações inesperadas são alguns dos fatores que podem complicar a vida de quem resolveu ganhar dinheiro fazendo freelas. O importante é que os problemas sirvam como aprendizado, para evitar que novas situações desagradáveis aconteçam. Se o universo dos freelancers ainda é novo para você, listamos alguns problemas comuns para que você fique prevenida no que for possível.

Você também pode gostar:
O que é preciso para ganhar dinheiro como freelancer?
4 dicas para trabalhar como freelancer
4 dicas para organizar o orçamento trabalhando como autônoma

Computador com defeito

Tem algo mais desesperador do que estar com o prazo super apertado para entregar um trabalho a um cliente e, de repente, seu computador pifar? Em casa não tem como ter aquele pessoal da tecnologia para resolver os pepinos que acontecem inesperadamente. Sendo assim, valem alguns cuidados para preservar seu equipamento. Jamais faça lanches perto do seu computador (para evitar que um copo d’água derrame sobre o notebook, por exemplo), tenha a certeza de que está navegando em sites confiáveis e tenha um back up de todo o trabalho, assim dá para usar o computador de um amigo emprestado no caso de uma emergência.

Levar cano do cliente

Te indicam um freela, você capricha bastante no trabalho para garantir uma boa parceria com o cliente, faz um excelente trabalho e na hora de receber seu pagamento…ele desaparece. Não é raro encontrar pessoas reclamando deste tipo de problema. Para evitar este tipo de problema, é importante ter registros do que foi acordado com o cliente para tomar as providências necessárias em caso de calote. O mais correto, e que muita gente deixa de fazer, é estabelecer um contrato simples, somente para deixar claro as obrigações e deveres de cada um. Em uma situação dessas, é o instrumento que você terá para garantir seus direitos.

freelancer-problemas

Cliente que quer pechinchar preço

Cobre um valor justo pelo seu serviço. Confira os valores sugeridos pelo sindicato da sua categoria e não aceite fazer nenhum freela por menos que isso. O cliente sempre vai tentar obter o que quer pelo menor preço, mas é preciso que você saiba fazer seu marketing pessoal, afinal, sua mão-de-obra não é um cacho de bananas na feira a ser negociado. Mostre o seu potencial para prestar um serviço de qualidade. Serviço barato é possível encontrar em qualquer lugar, mas um produto final excelente, poucas pessoas sabem fazer.

Concorrentes desleais

Essa situação está diretamente ligada ao tópico acima. Se por um lado existem profissionais que valorizam a própria mão-de-obra – bem como suas categorias – e não aceitam trabalhos que pagam menos que o valor de mercado, por outro existem aqueles que acabam aceitando pegar projetos que pagam uma miséria, ou seja, ajudam a criar um contexto em que o cliente se sente confortável para impor preços fora da realidade. Não caia na cilada de oferecer sua prestação de serviços por menos do que você merece. Batalhe para fidelizar seus clientes e expanda seu networking através de um portfólio de qualidade.

Projetos ruins

É importante ter critério na hora de selecionar seus trabalhos. Pense em sua profissão não só como um meio de ganhar dinheiro. Tenha em mente que os trabalhos são assinados por você e isso conta muito. Seus freelas são sua vitrine profissional. Envolva-se em projetos que tenham a possibilidade de ser uma janela para você.

 

Crédito das fotos: Shutterstock

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close