5 passos para evitar excesso de gastos com compras de Natal

5 passos para evitar excesso de gastos com compras de Natal

Ah, o Natal! Vitrines cheias de decorações pomposas e, infelizmente, preços altos. Essa combinação é uma verdadeira bomba para o orçamento, afinal, o apelo ao consumo aumenta de tal forma que muita gente sequer reflete se vai poder pagar pelo que está comprando. Não é à toa que as dívidas com as compras de Natal do ano passado deixaram dois em cada dez brasileiros inadimplentes, segundo o SPC Brasil e CNDL. Se você não quer fazer parte dessas estatísticas, nós ensinamos 5 passos para evitar excesso de gastos com compras de Natal.

1. Seja realista

Antes de correr para o shopping, hora de sentar e ter uma visão real de seu orçamento. Você realmente pode bancar todos os presentes, roupas e comidas bacanas que gostaria para comemorar o Natal? Seja franca consigo mesma. Entendendo sua real situação financeira, será mais fácil manter os pés no chão e não acabar endividada.

2. Estabeleça prioridades

O Natal desperta um espírito de generosidade que nos faz querer presentear a família toda – mas cabe a você frear este instinto. Faça uma lista com todas as pessoas que você deseja presentear. Não tem problema deixá-la enxuta, afinal, todos entendem que a situação financeira não está fácil para ninguém.

compras-natal-gastar-demais

3. Estipule tetos de preços

Sabendo quem serão os sortudos que receberão um presente de suas mãos, estabeleça o valor máximo que você poderá gastar com cada mimo. Some todos os preços e, se você ver que a conta saiu alta demais, reduza o valor dos presentes. Assim, você já sairá de casa sabendo o quanto desembolsará e não terá surpresas quando abrir o extrato bancário.

4. Tenha paciência

É costume do brasileiro correr para os shoppings de última hora para garantir os presentes – e se deparar com preços lá em cima, filas intermináveis, trânsito e afins. Então, reserve um tempinho em sua agenda para fazer as compras o quanto antes. Apenas a paciência permitirá que você pesquise preços e estabelecimentos – inclusive pela internet –, escolha os presentes com carinho, garanta valores mais justos e preserve sua saúde mental.

5. Envolva todos na economia

Um levantamento do SPC Brasil e CNDL descobriu que a vontade dos filhos influencia 54% dos pais na hora das compras de Natal. Isso significa que, para esse percentual, dar ouvidos demais aos pedidos infantis pode ser um verdadeiro perigo. Antes de começar todo o planejamento, tenha uma conversa franca com os pequenos, explicando que dinheiro não é infinito e alguns pedidos excedem o orçamento familiar.

Nesse vídeo, Carol Ruhman Sandler dá dicas valiosas para economizar no Natal:

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close