5 passos para um planejamento estratégico de sucesso

5 passos para um planejamento estratégico de sucesso

Pequena, média ou de grande porte, toda empresa costuma ter um mês de dezembro parecido. Este é o momento de elaborar estratégias para manter a competitividade e a posição de mercado para o ano novo que se aproxima e, para isso, devem contar com as direções da CEO. Na teoria parece simples, mas na prática é natural esbarrar em alguns desafios. Nestes momentos, um planejamento estratégico bem elaborado fará toda a diferença.

“O planejamento estratégico é um poderoso aliado das empresas visionárias em seu caminho rumo ao sucesso”, defende a professora da IBE-FGV e especialista em Gestão de Pessoas, Liderança e Coaching Executivo, Ida Fernandes. Segundo ela, a partir disso será possível organizar ideias, analisar a realidade e oportunidades oferecidas pelo mercado, reconhecer desafios e, principalmente, determinar metas.

Você também pode gostar:
3 conselhos para salvar sua empresa da falência
5 desafios de uma empresa familiar
Empresária mostra como aproveitar crise para aproveitar oportunidades

Da primeira reunião de planejamento à necessidade constante de analisar resultados, Ida ajudou o Finanças Femininas a criar um guia para um planejamento estratégico de sucesso. Confira.

Defina o perfil do seu empreendimento

Segundo a especialista, é preciso analisar e entender o que é o seu próprio negócio para então estabelecer objetivos. Invista em um levantamento dos indicadores corporativos, mesmo para empresas pequenas ou que ainda estão começando. “É preciso pensar na missão, visão e valores do seu negócio. Se não tem ainda, é hora de definir”, explica Ida.

A partir dessas definições, será possível determinar os primeiros objetivos da empresa e os resultados a serem conquistados para alcançá-los. Para isso, Ida propõe uma reflexão: “Você quer ser a maior do seu ramo no Estado? É possível se alavancar até este posto de uma vez, ou será preciso ser a maior da sua cidade primeiro? Tudo deve ser pensado”.

Continue a ler a matéria na próxima página!

Crie uma estratégia

Sabendo onde quer chegar e por onde precisa passar neste caminho, será preciso então definir estratégias em todas as áreas que movimentam do negócio. “Relacionamento com cliente, política de preço, escolha e utilização de recursos, mão de obra, qualificação… Tudo isso precisa estar definido no escopo geral da empresa”, diz Ida.

Não se esqueça, é claro, de planejar tudo isso dentro do orçamento de investimento para a empresa, priorizando as maiores necessidades para evoluir.

Acompanhe o trabalho com a equipe

Com base nas estratégias criadas, o grupo poderá saber quanto precisa vender ou produzir e em quanto tempo para alcançar cada meta.

E por “grupo”, Ida se refere a todos os setores unidos, incluindo a administração. É preciso que o chefe esteja presente, participando e incentivando a equipe, além de manter todos atualizados sobre o desempenho dos negócios periodicamente. “Este é o momento de criar indicadores de acompanhamento. Escolha a melhor periodicidade para a empresa, semanal, quinzenal ou mensal, para estudar os resultados e moldar novas estratégias dependendo deles”, aconselha a especialista.

Ida reforça ainda a necessidade da participação de todos os setores. “Se os indicadores apontarem um problema de falta de qualificação ou mão de obra, o RH precisará estar presente para propor estratégias nesse quesito, por exemplo. A presença de um representante de cada setor é fundamental, pois assim todos conversam, se ajudam e o negócio funciona”, argumenta.

planejamento-estratégico

Continue a ler a matéria na próxima página!

Valorize os funcionários

Para Ida, a relação do CEO da empresa com o funcionário deve ser considerado um ponto estratégico para o sucesso. Ações de energização, capacitação, engajamento e principalmente reconhecimento da equipe devem fazer parte do planejamento diário.

“Um funcionário descontente é o que mais contribui contra o sucesso da empresa. Logo ele começa a achar o trabalho massante e a produtividade cai quando ele está ali só para cumprir horário e receber salário“, explica a especialista.

Mais uma vez, a sua proximidade com a equipe será fundamental. “É preciso comemorar cada ciclo concluído, por mais desafiador que tenha sido. Para um resultado totalmente negativo, permanece o agradecimento à equipe pelo esforço e as lições tomadas para a próxima etapa”.

Mude ações estratégicas que não funcionam

“É preciso entender que o planejamento estratégico não é algo fixo. A estratégia pode não mudar por um determinado período, mas as ações estratégicas sim”, explica Ida.

Como empreendedora, é preciso perder o medo de mudar antigos métodos para alcançar seus objetivos e, assim como já foi destacado antes, é importante tomar as decisões em equipe, ouvindo todos os setores.

Imagine uma situação em que o plano principal da empresa é atrair clientes por meio das redes sociais, porém, isto não está acontecendo. O problema pode não estar na ação escolhida, aquela que foi colocada no planejamento estratégico, mas sim em como ela está sendo executada. Aí entram possíveis mudanças no setor financeiro, com a possibilidade de um engajamento pago, ou da equipe de comunicação, que poderá mudar o texto utilizado para se dirigir ao seu público.

Toda a mudança necessária deverá ser feita dentro do planejamento, jamais se afastando da meta a curto prazo, mas sim pensando em se aproximar dela de forma mais efetiva.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close