5 situações para as quais toda mulher deve estar preparada

5 situações para as quais toda mulher deve estar preparada

Imprevistos acontecem! Organizar-se financeiramente para montar um fundo de emergências significa estar preparada para lidar com emergências, como uma demissão ou tratamento de saúde não coberto pelo seu plano. Seja qual for a situação, é importante estar preparada e não recorrer ao cartão de crédito ou cheque especial.

Listamos alguns imprevistos que podem aparecer na sua vida para que você se prepare. Ninguém gosta de falar de assuntos difíceis – mas não dá para fugir deles. É como evitar a balança! Então, comece a organizar o seu orçamento e abra espaço para as reservas do mês.

Você também pode gostar:
5 maneiras de ganhar mais dinheiro em tempos de crise
6 motivos para não deixar a conta bancária no vermelho
6 gastos que podem surgir sem aviso

1. Desemprego


via GIPHY

Mesmo cumprindo bem as tarefas e com um emprego estável, todo mundo corre o risco de ser demitido. Empresas podem falir, clientes mudam de ideia, contratos podem ser quebrados. E, na situação atual do país, não são necessárias tantas justificativas – a crise econômica já vem provocando um aumento da taxa de desemprego.

Pensando nisso, pergunte-se: caso o pior aconteça e você perca o emprego, você poderá pagar contas e viver tranquila pelos próximos meses? A resposta será satisfatória se você não tiver dívidas para quitar com o dinheiro da rescisão e conseguir administrar os 12 meses seguintes sem preocupações. Vale lembrar que, de acordo com estimativas do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), com base em dados do IBGE, profissionais desempregados demoram, em média, 8 meses para voltar ao mercado de trabalho. Para não ser pega de surpresa, confira nossas dicas de como deixar as finanças organizadas para o caso de desemprego.

2. Divórcio 


via GIPHY

Quando se planeja o casamento, é natural que ninguém queira pensar em divórcio. No entanto, não dá para não encarar a realidade: dados de 2015 divulgados pelo IBGE apontam que, em 10 anos, a taxa de divórcios cresceu mais de 160% no Brasil. Diante desta informação, é importante estar preparada para o caso de rompimento do casal.

O Finanças Femininas já esclareceu dúvidas quanto aos tipos de comunhão e a necessidade de pensar no Regime de BensNa decisão do divórcio, seja ele consensual ou litigioso, coloque à frente as suas necessidades e principalmente o seu futuro. Quando o casal tem filhos, a decisão quanto à pensão deve ser clara para depois ser cobrada e garantida.

Continue a ler a matéria na próxima página!

3. Gravidez não planejada


via GIPHY

Se você mantém relações com homens e não deseja engravidar, entende a importância do uso de preservativos. Contudo, nenhum método contraceptivo tem 100% de eficácia garantida.

Caso uma gravidez não planejada aconteça, o fundo de emergência pode ser acionado. Se você não tiver um fundo pronto, será preciso criar estratégias para arcar com as novas despesas. Neste sentido, vale ressaltar que o fundo servirá somente para bancar as despesas dos primeiros meses. Os pais da criança precisam rever os hábitos financeiros para incluir os gastos com o filho.

4. Problemas de saúde


via GIPHY

É importante reservar uma quantia do seu salário para pagar mensalmente um plano de saúde e ter assistência médica, principalmente para tratamentos preventivos.

Ainda assim, você pode ser pega de surpresa por algum problema que exija tratamento urgente. Dependo da situação, será necessário desembolsar um dinheiro extra para atendimentos e procedimentos médicos não cobertos pelo plano.

5. Morte


via GIPHY

Ninguém gosta de tocar neste assunto. Lidar com a morte é doloroso demais, mas necessário. Acidentes e situações repentinas acontecem – como um infarto fulminante – e é preciso estar resguardada financeiramente para lidar com essas possibilidades. Neste sentido, o dinheiro guardado no fundo de emergências pode ser utilizado para cobrir despesas funerárias, sejam suas ou de alguém da família.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close