6 atitudes para tomar quando ficar desempregada

6 atitudes para tomar quando ficar desempregada

Poucos acontecimentos têm o poder de virar a vida de alguém de cabeça para baixo como ficar desempregada. A incerteza quanto ao futuro profissional e financeiro leva muitas pessoas a viverem uma fase de ansiedade intensa. Com organização e planejamento, entretanto, é possível diminuir os impactos negativos desse período, reduzir o seu tempo de recolocação e até mesmo aproveitar o período para dar novos rumos à carreira.

Se você está nessa situação, confira algumas dicas para ajudá-la a passar por esse momento difícil e encontrar novamente o seu espaço no mercado de trabalho.

1) Mantenha a calma
Para Vagner Sandoval, professor da IBE-FGV e especialista em liderança e coach executivo, apesar do momento sensível, é fundamental tentar manter a calma para ir ao encontro de novas oportunidades. “Tem gente que fica extremamente nervosa com a situação e isso atrapalha a pessoa inclusive nas entrevistas”, explica. Não se desesperar irá ajudá-la a fazer o seu planejamento com mais clareza e evitar decisões precipitadas, tanto financeiras, quanto pessoais.

2) Use bem o dinheiro da rescisão
Se você tem dívidas a pagar, o dinheiro da rescisão deve ser utilizado prioritariamente para quitá-las. Com os juros em um patamar muito elevado, ninguém deve acumular dívidas que não pode pagar. Se estiver pensando em usar o valor para abrir um negócio próprio, tenha cuidado. Começar uma empresa é arriscado e para tentar garantir o seu sucesso é preciso muita pesquisa e planejamento. Por isso, seja cautelosa: nada de decisões impulsivas.

Leitura complementar

Planilha de Orçamento Familiar

Planilha de Orçamento Familiar

Ver mais

3) Reveja os gastos
Após perder o emprego, é imprescindível fazer uma revisão planejada dos gastos. Sente-se com a família e conversem sobre onde é possível fazer cortes. Vocês podem procurar reduzir as contas básicas, como energia elétrica e telefone. Os programas de lazer também podem ser revistos e a família pode optar por opções mais baratas, como restaurantes mais simples e programas ao ar livre. Da mesma forma, cursos e outros planos podem ser adiados. É importante que todos sejam claros e trabalhem juntos para passar por essa situação.

atitude_desempregada_interna

4) Procure novas fontes de renda
Enquanto busca sua recolocação no mercado, você pode procurar outras fontes de renda, que podem ser temporárias. Você pode buscar freelas, conversar com amigos que estejam precisando de ajuda nas suas atividades, oferecer algum serviço ou produto que saiba produzir você mesma ou adentrar em um novo ramo de atividade.

Se está difícil encontrar um novo emprego, algumas plataformas podem ajudá-la a conseguir dinheiro. Algumas alternativas são alugar parte do seu imóvel em plataformas como o Airbnb, transportar pessoas em seu carro por meio de aplicativos como o Uber ou Cabify, alugar seu automóvel pelo Fleety ou Pegcar ou cuidar de um cachorro por meio do Dog Hero.

5) Tenha foco na busca por emprego
Depois de organizar a sua vida financeira, é hora de focar na busca de emprego. Inscreva-se em sites específicos e fique atenta a meios de comunicação e redes sociais. Sandoval explica que esse é um período para entender o que você deseja e também o que o mercado espera da sua área de trabalho. Para descobrir quais são os requisitos mais atuais, pode ser interessante fazer uma pesquisa das exigências de diversas vagas e também conversar com outros profissionais.

O professor explica que “atirar para todos os lados” não trará bons resultados: é preciso entender onde gostaria e está apta a atuar. “Nesse ponto, a qualidade fala mais alto do que a quantidade. É preciso acertar o alvo”, defende Sandoval. Pensando nisso, o seu currículo também deve ser atualizado tendo em vista os requisitos de cada cargo pretendido. “A falta de foco pode dar uma conotação errada ao recrutador de que você não sabe o que quer.”

6) Ative sua rede de contatos
Esse também é o momento de reativar a sua rede de contatos, tanto amigos e familiares, quanto antigos colegas, conhecidos e parceiros de trabalho. É importante mostrar que você está disponível para ocupar vagas, atualizada com o mercado e com vontade de trabalhar.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close