7 dicas do que fazer após investir o seu dinheiro

7 dicas do que fazer após investir o seu dinheiro

Dar o primeiro passo é o mais difícil – e no mundo dos investimentos, isso não é tão diferente. Após ler sobre o assunto, se preparar e montar um plano de investimentos inicial, você está pronta para começar a investir o seu dinheiro. No entanto, o que fazer depois que o seu dinheiro já começou a render?

Para te ajudar, montei uma lista prática dos próximos passos para se tornar uma investidora veterana!

1. Acompanhe sempre os seus investimentos

Não é porque você fez o mais difícil que pode relaxar e esquecer o assunto. Acompanhar seus investimentos de perto é essencial para ver se eles estão rendendo do jeito que você imaginava, ou se precisa procurar uma outra aplicação.

2. Acompanhar o noticiário econômico

Entender de assuntos como taxa de inflação, queda da taxa Selic e a recuperação da economia é fundamental para ver se os seus investimentos atuais continuam a ser uma boa escolha para o momento econômico presente. Não é porque um CDB parecia uma ótima opção em um momento, que ele será para sempre a melhor alternativa para fazer seu dinheiro render bem!

3. Conhecer outros tipos de aplicação

Digamos que você tenha feito um investimento no Tesouro Direto – mas conhece os CDBs? As LCIs? Fundos de investimento? Previdência Privada? Conhecer outros tipos de aplicações – e acompanhar o seu desempenho – é fundamental para você conseguir diversificar a sua carteira!

depois-do-investimento-o-que-fazer

4. É isso mesmo: pense em diversificar

Quanto mais você investe, mais dinheiro vai juntar. E não pode deixar todos os ovos na mesma cesta! Diversificar os seus investimentos é o que vai te permitir diluir o seu risco e aplicar em títulos mais agressivos, aos poucos.

5. Fique de olho nos vencimentos

Todo título de renda fixa tem uma data de vencimento – e você precisa saber qual é a da sua aplicação, para você se preparar para o que fazer quando isso acontecer. Você vai querer resgatar para usar aquele dinheiro para um uso específico? Vai querer fazer o mesmo investimento, com um novo vencimento? Ou vai preferir aplicar seu dinheiro em outro? Monte um plano para não ser pega de surpresa – e não ficar com o dinheiro parado na conta enquanto isso.

6. Não resgate antes da hora

Se você não tem necessidade daquele dinheiro, nem pense em tirá-lo da aplicação antes da hora. Podem haver multas e taxas – mas, pior do que isso, é não aproveitar o impacto dos juros compostos. Quando você resgata seu dinheiro, não consegue rentabilizar o valor que você ganhou com os rendimentos passados – e isso faz a curva de crescimento da sua grana desacelerar.

7. Comece a pensar em investir na Bolsa

Você já está se tornando uma profissional! Nada mais natural do que começar a ler sobre a Bolsa e acompanhar as ações de algumas empresas, assim como o noticiário delas. Aos poucos, você vai ganhar confiança para começar a investir em renda variável. Nas minhas próximas colunas, vou falar mais sobre este assunto. Se você tem alguma dúvida sobre investimento em ações, deixe um comentário aqui, ok?

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close