7 dicas para mamães solteiras de primeira viagem

7 dicas para mamães solteiras de primeira viagem

A tarefa de ser mãe e educar é muito difícil. E esse desafio é maior ainda quando temos que desenvolver dois papéis ao mesmo tempo – o de mãe e o de pai. É de tirar o fôlego, mas não se desespere. Coloque a cabeça no lugar e haja com racionalidade. Veja como:

A responsável pelas regras
Somos educadas que os cuidados com os filhos devem ser compartilhado com alguém. Dividir isso com alguém é mais fácil e prazeroso. Mas mesmo estando sozinha você pode desenvolver todas as atividades muito bem.

Nestes casos a sua família é inteira responsabilidade sua! E o encargo não deve ser motivo para você se desesperar e perder o controle da situação. Por mais que seus pais contribuam, só a mãe deve impor os limites dos filhos.

Caso encontre dificuldades em saber quais são, faça um lista em uma cartolina. Mostre aos seus filhos qual é o esquema da casa e o que é permitido ali. Defina qual será o castigo para quando as situações saírem do controle.

Organização financeira da família
Monte um planejamento mensal. Só assim você e sua filha viverão em harmonia e terão momentos prazerosos juntos. Quantifique quanto tem disponível por mês e quais são os gastos imprescindível no período. 

Organize e divida o seu salário em partes. Uma fatia deve ser destinada para o pagamento de contas fixas (água, luz, aluguel, telefone e escola). Outra deve ser reservada para possíveis emergências no futuro. Utilize a última para gastar com o lazer de vocês.

As prioridades do seu dinheiro
Organizando seu orçamento vai perceber quais gastos pode evitar e como pode economizar cada vez mais. É como um quebra cabeça que você  encaixa as peças e descobre quais são as melhores formas para gastar.

Desde cedo fale com seu filho sobre dinheiro e gastos. Seja sincera quando não puder dar um presente ou fazer um programa diferente. Lembre-se que nem sempre precisamos gastar muito para nos divertirmos.

Procure fazer programas baratos ou gratuitos, há uma porção deles. Para saber mais leia os guias semanais disponíveis nos jornais da sua cidade. Antes de sair de casa, se alimente e leve com você água e uma guloseima.    

Para ter precisa poupar
Todas as responsabilidades de um adulto e uma criança estão impostas sobre uma única pessoa: você! Esse é o grande desafio de ser mãe solteira. Precisa planejar tudo com antecedência para não levar susto e evitar perrengues. 

Estipule quanto quer economizar num mês e respeite esse valor. Assim que receber o salário pague as contas e poupe. Lidar com dinheiro e as finanças de uma família é um desafio para qualquer um. Então previna-se!

Entre eu e meu filho
Toda mãe quer dar tudo do bom e do melhor para os filhos. Nem sempre isso é possível. Por mais que ele fique chateado, isso não é a pior coisa do mundo. Tenha uma conversa sincera dizendo que tem pouco dinheiro esse mês. 

O conflito acontece quando os dois querem comprar coisas na mesma hora. Nesses casos, acha com racionalidade e só leve aquilo que estão precisando mesmo! Por mais que queira agradá-lo, não esqueça de você e da sua vaidade.

Um tempo pra chamar de seu
A rotina de uma mãe solteira é cheia de compromissos. Mas isso não é desculpa para ficar descuidada e esquecer de relaxar. É necessário ter uma pausa, por mais que a rotina consuma seus dias e a sua semana.

Assim que colocar o filhote na cama, é a sua hora de relaxar. Leia um bom livro, assista seu programa de televisão e fique sozinha na sua. Lembre-se que quando acumulamos stress as consequências são muito piores do que o normal. 

As justificativas para o inexplicável
Estar sozinha para cuidar de seu filho é trabalhoso, mas não um fardo. Vire a página e siga em frente na rotina da sua família. A falta de compromisso do seu ex não é culpa sua.

A mesma coisa funciona para seu filho. Nada de ficar o tratando com um coitadinho, porque o pai não é presente. Tenha certeza que sua força! Peça para os familiares evitarem presenteá-lo fora de hora. Isso confunde a cabeça de seu filho.

Troque ideias com quem confia
Boas amizades e parentes confiáveis aliviam muito nessa situação. Saiba em quem confiar quando o nó na garganta aparecer. Peça conselhos para as amigas mais próximas e outras mulheres que vivem na mesma situação que a sua.

Tenha sempre por perto o telefone de um advogado de confiança e de seu gerente de banco. Mantenha uma relação sincera e profissional com eles, para em qualquer apuro saber com quem pode contar.

Conte pra gente como é a sua rotina de mãe.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close