7 dicas para manter o orçamento em dia

7 dicas para manter o orçamento em dia

Montar um orçamento não é uma tarefa fácil, mas é, sem dúvida, o ponto de partida para a sua liberdade financeira. Saber o quanto gasta com cada setor da vida – contas do mês, supermercado e despesas pessoais, por exemplo – permite que você tenha controle e consciência sobre a sua real situação financeira.

Seja você solteira ou casada, única ou uma das fontes de renda da casa, tenha ou não dependentes, viver de acordo com o seu padrão de vida é imprescindível para alcançar seus sonhos. Não se deve dar passos maiores do que as pernas, nem deixar de aproveitar oportunidades por má gestão das contas. Para atingir suas metas, é preciso se capacitar para planejar a vida financeira.

Pensando nisso, separamos algumas dicas importantes para que você possa diagnosticar, planejar e entender as suas prioridades.

Leitura complementar

Planilha de Orçamento Familiar

Planilha de Orçamento Familiar

Ver mais

1) Observe as suas despesas mais de perto

Você não precisa anotar minuciosamente cada centavo que desembolsa, mas é importante entender como funciona a sua média de gastos diários. Quanto melhor conhecer as suas despesas, mais terá controle sobre elas.

Há planilhas e aplicativos que podem ajudá-la a fazer isso no dia a dia. Neles, é possível criar categorias para os seus gastos, como contas do mês, lazer e supermercado, por exemplo. Tente separar um tempinho do seu dia para isso e insira o hábito na rotina.

2) Mantenha uma planilha de controle

Conhecendo as despesas diárias, é possível criar uma planilha de controle bem completa. Assim, você pode fazer uma comparação mensal dos gastos e uma avaliação periódica das finanças.

Uma boa ferramenta deve conter uma área destinada às despesas, com separação de valores fixos (aqueles que não variam mês a mês, como prestações e alugueis…), variáveis (como contas de água e luz), extras (como um conserto no carro, por exemplo) e supérfluos (como lazer e compras pessoais); uma para os investimentos e outra para as receitas. O campo das receitas é ainda mais importante para as profissionais autonômas, que recebem sua renda pouco a pouco.

Para te ajudar, criamos uma planilha de orçamento familiar bem completa, pronta para ser usada. Clique aqui para baixá-la.

 

3) Siga a regra dos 50/30/20

Como avaliar se está gastando muito ou pouco com cada área? Um bom “norte” para o seu planejamento é a regra dos 50/30/20.

Essa técnica define que 50% da sua renda seja destinada a pagar as contas mensais urgentes, como aluguel, condomínio e plano de saúde, por exemplo; 30% para aquilo que a faz feliz, os chamados supérfluos, como lazer e compras pessoais; já os últimos 20% devem ser poupados, para criar uma reserva de emergência e se preparar para a aposentadoria.

A fatia dos 20% é a mais fácil de ser esquecida, mas é fundamental para que possamos lidar com situações inesperadas e garantir um futuro tranquilo, por isso, é preciso organização.

orçamento_planilha_interna

4) Reveja os gastos periodicamente

De tempos em tempos, é importante parar e analisar os gastos de maneira consciente. Com uma boa planilha em mãos, é possível perceber onde se tem gastado muito e quais áreas precisam de uma atenção especial.

Por exemplo, você paga um plano de TV a cabo, mas nunca realmente assiste aos canais? É possível rever esse gasto. Todo mês está passando sufoco para pagar o cartão de crédito? É preciso identificar onde está o problema.

5)  Fuja do crédito fácil

Lembre-se, crédito fácil é sinônimo de juros altos. Para manter um orçamento equilibrado é preciso passar longe de dívidas com taxas altas, como do cartão de crédito e cheque especial. Sempre avalie as condições com calma antes de optar por uma linha de crédito.

 

6) Estabeleça objetivos

Ter metas traçadas no curto, médio e longo prazo te ajuda a ter determinação para controlar os gastos e guardar dinheiro. Definir qual é o seu sonho é o passo inicial para conquistá-lo. Por isso, defina bem seu horizonte e a quantia que precisa guardar mensalmente para alcançá-lo no tempo desejado. Isso a ajudará a ter foco.

 

7) Invista com consciência  

Existem diversas opções de investimentos disponíveis no mercado e essa variedade pode parecer assustadora. Mas a verdade é que cada um é mais adequado para um tipo de sonho e um deles se encaixará nos seus planos. Pesquise e estude as suas opções.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Mande sua dúvida ou conte a sua história para a gente através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima"

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close