7 dicas para manter um freela

7 dicas para manter um freela

Para ter sucesso como autônoma, não basta ter uma boa estratégia de divulgação e captação de clientes: é preciso saber manter o seu freela. Pensando em ajudá-la a dar passos certeiros na escolha, negociação e entrega dos seus trabalhos, conversamos com Tiago Yonamine, CEO do trampos.co, e Marcelo Treff, professor de recursos humanos do curso de Administração da FECAP. Confira as dicas para levar seu freela adiante – e sem desentendimentos no caminho.

1) Escolha seus trabalhos com cuidado

Decidir entre aceitar ou não um freela é o primeiro passo para garantir o bom desenrolar das atividades. “Quando uma profissional começa a trabalhar de maneira autônoma, é comum aceitar todos os trabalhos que oferecem ou se candidatar a todas as vagas anunciadas. Com o passar do tempo, entretanto, é importante que ela comece a se atentar a alguns critérios antes de ‘pegar um freela’”, orienta Yonamine.

Características e identificação com o projeto, valor da sua hora, capacidade de entrega, acordo proposto e relacionamento com o cliente são alguns pontos a serem colocados na balança.

2) Alinhe as expectativas com o cliente

Na fase de negociação, boas conversas são essenciais para evitar dores de cabeça e garantir que as expectativas do cliente sejam atendidas. “Isso aumenta a taxa de sucesso e permite que as partes possam estabelecer uma relação duradoura para próximos eventos”, coloca Treff.

Os dois lados devem ter em mente, com clareza, as características do projeto, prazos de entrega e pagamento. “Para que a relação com o cliente flua de forma tranquila, vale buscar saber também qual é a disponibilidade que ele tem e o quanto deseja se envolver com o projeto”, afirma Yonamine.

3) Crie uma rotina organizada de trabalho

Por conta da flexibilidade de horários, pode ser mais difícil para a profissional autônoma criar uma rotina de trabalho. Assim como ocorre em qualquer atividade profissional, entretanto, deve-se prezar pela organização e disciplina, orienta Treff. Os horários de trabalho não precisam necessariamente ser fixos, mas a rotina deve ser planejada.

Se você tem a intenção de manter o seu freela, esse cuidado é essencial para que as entregas sejam feitas nos prazos e condições combinadas.

manter_freela_interna

4) E saiba quando parar…

O outro lado da moeda também é real: muitas vezes, por trabalhar em casa, a profissional se excede nos horários e cria uma rotina muito intensa. “Um dos grandes benefícios do trabalho autônomo é a possibilidade de ter uma melhor qualidade de vida. Então, essa vantagem deve ser aproveitada”, defende Yonamine.

5) Organize a sua vida financeira

Uma pesquisa feita pelo trampos.co mostrou que a maior preocupação do freelancer brasileiro é necessariamente a estabilidade financeira. “Por não ter ganhos regulares, a profissional autônoma deve aumentar o cuidado com a organização das contas”, coloca Treff. Para isso, saiba quanto vale a sua hora, faça previsão de receitas e despesas e monte um plano de compensação adequado – veja aqui mais dicas de como organizar as finanças.

6) Seja proativa

Para não só manter, mas aumentar suas possibilidades de trabalho com um cliente, procure entender as necessidades dele e oferecer novos serviços. Mostre como você pode ajudar a empresa a se desenvolver, mas com cuidado para não parecer invasiva. “Não basta decidir ser freelancer e esperar que os trabalhos apareçam. É preciso vender o serviço e a si mesmo como profissional”, afirma o CEO do trampos.co.

7) Tente manter boas relações com clientes e ex-clientes

Nem sempre é possível, mas invista no bom relacionamento com clientes e ex-clientes. Essa rede pode abrir muitas portas para novos trabalhos. “Feedbacks positivos e boas referências são fatores que diferenciam o profissional e até valoriza seu serviço. Depoimentos de pessoas satisfeitas mostram que a profissional realmente tem as habilidades prometidas”, finaliza Yonamine.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

marianaribeiro

Mariana Ribeiro

Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

close