7 fatos que ninguém te conta sobre se aposentar

7 fatos que ninguém te conta sobre se aposentar

Viajar o mundo inteiro, comprar uma casa na praia ou no campo para descansar, curtir a família e os filhos, aproveitar o tempo livre para curtir e cuidar de você mesma ou quem sabe até mesmo escrever um livro. Estes são alguns de muitos desejos que surgem na vida adulta, entre os 20 e 30 anos, mas que acabam sendo adiados para outro momento muito esperado na vida: a aposentadoria.

Afinal, é quando você terá tempo e dinheiro para colocar tudo em prática, não é mesmo? Bom, quem já aposentou ou está se aposentando sabe que esta fase não é tão simples assim e que, na verdade, a prioridade são as descobertas pessoais, sociais e financeiras.

Você também vai gostar de:
Saiba como garantir uma renda extra para a aposentadoria
Generosidade feminina atrapalha a formação da aposentadoria
4 maneiras de planejar a sua aposentadoria

Na teoria é tudo muito pensado e planejado, mas na prática, sua cabeça e seu corpo podem estar querendo outras coisas e não há nada demais em não cumprir as expectativas mais esperadas para a vida de aposentada. Então, hora de refletir sobre vários aspectos que ninguém tinha te contato, pelo menos até agora.

1. Não é tão simples assim viajar o mundo todo

Quando jovem, no início de carreira, a vontade de viajar e conhecer o mundo acaba sendo adiada até que surge a ideia: por que não aproveitar a aposentadoria para realizar este sonho? Logo criam-se expectativas para uma vida de aposentada cheia de aventuras e descobertas em novos lugares.

Claro que com dinheiro, e principalmente o tempo livre da aposentadoria, isso seria possível. Mas não é tão simples assim largar tudo em casa para ver o mundo.

Para quem não se planejou muito bem e depende somente da ajuda do INSS, por exemplo, a situação financeira pode não favorecer este objetivo. Se você tem mesmo este foco de usar a aposentadoria para conhecer o mundo, é preciso se planejar ainda quando tem idade entre 20 e 30 anos, pensando em investimentos de longo prazo capazes de te garantir segurança e estabilidade financeira no futuro. Um plano de previdência privada ou mesmo o investimento em títulos públicos pode ser estudado como formas de garantir uma boa aposentadoria.

2. Você vai perceber o quão sua vida era associada ao trabalho

Por que este seu planejamento para aposentadoria e também o que fazer depois dela acabava sendo adiado? Por causa do trabalho, não é mesmo? A aposentadoria pode ser o período em que cai a ficha sobre o quanto associamos nossa vida ao trabalho.

Claro que não é nada mau perceber isso numa fase em que justamente você não precisará mais trabalhar, mas também nunca é tarde para se conhecer melhor, principalmente se isso significa fugir do perfil profissional que teve que sustentar ao longo da vida.

Continue a ler a matéria na próxima página!

3. Ou que talvez ainda será preciso trabalhar

Seja por causa de uma situação financeira ainda instável ou pela necessidade de ir mais longe na profissão que gosta, você poderá sentir a necessidade de continuar trabalhando mesmo depois de aposentada.

Não se condene se a sua decisão for mesmo pelo trabalho! Mas não deixe de fazer um planejamento para não adiar o seu descanso por muito mais tempo. Você também merece uma aposentadoria tranquila. Procure dedicar-se mais a tarefas que te proporcionem prazer, afinal, você provalvemente já passou bastante tempo de sua vida priorizando retorno financeiro.

4. Talvez você não fique tão abonada quanto pensava

Viajar o mundo, comprar uma casa no campo ou na praia… Na hora de colocar estes planos em prática, você pode acabar percebendo que criou expectativas demais para seu dinheiro.

Mesmo tendo juntado bastante, há aqueles detalhes que você não tinha pensado, como a quitação de um imóvel ou carro e outras contas prioritárias a serem pagas.

5. Sua família pode mudar com você

E infelizmente é preciso ficar alerta, pois esta mudança pode ser negativa, especialmente se a sua aposentadoria chegou junto com a terceira idade. Está cada vez mais comum o abuso de idosos por parte da família, principalmente a fim de conseguir quantias generosas de dinheiro.

É comum sentir-se generosa com sua família em uma fase em que finalmente encontrou estabilidade e tem menos preocupações, mas estude bem os pedidos e a necessidade de cada familiar antes de abrir a carteira.

Continue a ler a matéria na próxima página!

6. As coisas não ficam tão românticas quanto esperado

Quando se tem um parceiro ao longo de sua vida, há uma expectativa de finalmente se aposentar e envelhecer ao lado dessa pessoa, curtindo cada momento e renovando os votos de amor feitos na juventude.

Mas infelizmente, todo casal aposentado tem o risco de sofrer da “Retired Husband Syndrome” (ou síndrome do marido aposentado), detectada num estudo da Bowling Green State University nos Estados Unidos.

De acordo com a pesquisa, muitas pessoas não se acostumam a viver 24 horas por dia, sete dias por semana, ao lado do companheiro e isso causa problemas no relacionamento e até divórcio.

Mas é claro que isto não precisa ser uma regra para todos os casais. É importante que, quando a tão esperada aposentadoria chegue, os dois encontrem hobbies e realizem atividades que gostam individualmente ou com amigos, para valorizar seus próprios interesses e ter mais o que compartilhar nos momentos a sós com o companheiro.

7. É preciso encontrar o que fazer para preencher sua agenda

Falando em hobbies e atividades, é bom lembrar que aposentadoria não é só o descanso merecido, como também a oportunidade de aproveitar seu tempo para se tornar mais ativo. O que acontece muito na aposentadoria é ter muito tempo livre nas mãos, mas não saber como aproveitá-lo.

Talvez você não consiga ou não tenha mais interesse em seus planos de aposentadoria feitos na época dos 20 e poucos, mas nunca é tarde para descobrir novos interesses, até mesmo coisas que você nunca pensou em fazer.

Foto: Reprodução de “Grace and Frankie” da Netlix.

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close