A importância do consumo consciente

A importância do consumo consciente

Quando o assunto é consumo consciente, o que você pensa? Sustentabilidade ou comprar com limites? Produtos orgânicos ou reciclagem? Apesar do assunto não ser discutido com muita frequência, é de extrema importância para todas nós. Acredite, o Brasil e o mundo precisa mais deste tipo de consumidores.

Faça uma rápida reflexão. Quando você vai ao shopping, fica perdida em meio as ofertas e ao desejo de comprar algo, muitas vezes sem necessidade. Quem nunca entrou numa loja para procurar algo para comprar? Ou então quando vai ao supermercado para comprar só um produto, acaba saindo com uma cesta com mais de 10 itens. Já passou por alguma situação semelhante? Pois então repense e mude de atitude. Saiba como:

Consumidora consciente
A ideia de sustentabilidade atinge grande parte da população, porém ainda falta entendimento e divulgação por parte das empresas. É importante que nós, como compradoras, nos preocupemos com a origem daquele produto e também com o seu valor e impacto na sociedade. Pense nas garrafas PET, por exemplo!

Então de que adianta comprar aquele móvel baratinho, sem saber a origem da madeira? É de reflorestamento? Qual é a durabilidade média do produto? Nem sempre o preço mais barato é vantajoso. Afinal você já deve ter ouvido aquele ditado: o barato sai caro. Comprar produtos sustentáveis é um investimento de longo prazo na capacidade da sociedade de continuar a produzir móveis de madeira, por exemplo.

São pequenas mudanças
Mesmo que fizer pouco, já é um passo para a sociedade e o meio ambiente. Ensine seus filhos a reciclar o lixo, economize água e energia e incentive o uso marcas sustentáveis. No Brasil, há pouca reciclagem – um terço do lixo que produzimos.

O caminho mais curto (e inteligente) é parar de fazer lixo. Precisa fazer comida em excesso para a família? Pense numa maneira para evitar desperdício e diminuir o lixo que vocês produzem. Acredite, isso é possível e faz um bem tremendo para a natureza. Alguns supermercados já contam até com programas de reciclagem de lixo na boca do caixa: você deixa as embalagens que não precisa direto com a caixa e eles se encarregam da reciclagem. Bacana, né?

Moderação nas compras
A ansiedade em ter tudo da moda, mesmo com o armário abarrotado de roupas é um sinal claro de perda de controle. Você precisa mesmo disso? Pense com calma, reflita na questão e mude! Doe e se desfaça do que não usa. Quando for comprar, faça um planejamento prévio e tente pagar tudo a vista. Isso não diminui seu poder de compra, mas sim o de conseguir barganhar um desconto.

Comprar sustentável não é só escolher produtos orgânicos e certificados. É também ter uma postura sustentável consigo mesma, para não esgotar os seus recursos (dindin!) com produtos que não vão te trazer a mesma satisfação no longo prazo e que só geram desperdício.

Se sentir muita dificuldade na mudança, é hora de lembrar dos seus valores. Resgate a sua essência e tudo que traz felicidade para a sua vida. Se as compras ocuparem um espaço, procure a motivação que está escondendo de si mesma. Tente resolver sozinha e, caso seja necessário, procure ajuda especializada. Procure viver com menos coisas e, mesmo assim, ser feliz.

Depois de ler o texto, o que pretende mudar na sua vida?

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close