Afaste sua empresa dos gastos domésticos

Afaste sua empresa dos gastos domésticos

Sua carreira como empreendedora está prestes a começar! Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica criado, cabeça cheia de boas ideias e o mercado aí só esperando você conquistá-lo. Para começar com o pé direito, vai ser preciso saber lidar bem com o planejamento. Não se assuste se não tiver experiência, afinal de contas, é arriscando que a gente aprende!

O primeiro passo para não complicar-se com as despesas é ser rigorosa para separar pessoa física de pessoa jurídica. Muita gente cai na cilada de retirar dinheiro do caixa da empresa para cobrir eventuais gastos descontrolados em casa. É o caminho mais curto para sua empresa afundar.

Mantenha contas bancárias separadas, assim como as planilhas de orçamento do lar e da empresa. Misturar as contas e o dinheiro te faz perder a noção da real situação da sua empresa. Com a organização de cada uma em espaços distintos você pode ter uma visão mais realista de como tem sido seu faturamento e como andam as despesas.

organize suas despesas no trabalho e em casa

Nova rotina

Novos desafios aparecem para quem optou em tornar-se empresária. Além dos gastos pessoais, é preciso agora lidar com fluxo de caixa, pagamento de funcionários, controle de estoques, entre outras coisas. Essa nova realidade reforça ainda mais a necessidade de organizar-se e ser disciplinada.

Além da planilha de orçamento, procure fazer cursos para auxiliar na administração, aumente seus conhecimentos sobre fluxo de caixa e avalie aplicativos que possam te ajudar a manter o controle das despesas. Você já usa o smartphone para bater-papo com os amigos, como gps e para checar emails e redes sociais, nada melhor do que incluir a organização do seu negócio nesta lista. É uma forma de ter acesso a informações importantes de um jeito ágil.

Se você não tiver confiança em administrar sozinha os gastos da empresa, estude contratar uma pessoa de confiança para lhe ajudar. Não é vergonha nenhuma sentir dificuldade para controlar a empresa, o importante é que você reconheça seus pontos fracos e avalie a melhor maneira de superar o problema.

Definindo o lucro

Avalie suas habilidades e seja objetiva no seu pensamento como empreendedora: qual salário você pagaria a si mesma? Você pode ter a felicidade de ter um excelente retorno com seu negócio, logo de cara. O caixa gordo com certeza vai fazer com que seus olhos brilhem. Afinal, é o que todo mundo deseja!

Bom, devagar com essa sede ao pote. É preciso manter sempre em mente que será preciso investir para fazer sua empresa crescer. Se todo o dinheiro do lucro for parar no seu bolso, o empreendimento não terá fôlego para crescer sozinho. Avalie sempre qual é o nível de investimento que sua empresa precisa e não retire essa grana do caixa para investir em si mesma.

E você, como lida com as despesas pessoais e da sua empresa?

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close