Ale Garattoni: O que você precisa pensar na hora de engravidar

Ale Garattoni: O que você precisa pensar na hora de engravidar

Tem muita blogueira bacana na internet, mas Ale Garattoni, autora do blog (e do livro!) It Girls, com certeza está entre as nossas preferidas. Grávida da primeira filha, Ale resolveu inclusive montar um blog especial sobre gravidez e maternidade, o fofo Tô Grávida, para falar tudo sobre o assunto. Com poucas semanas, já virou parada obrigatória de quem está grávida (ou louca pra engravidar!). O Finanças Femininas conversou com Ale para falar de carreira, planejamento e dinheiro neste momento tão especial. Confira!

Conta um pouquinho da sua gravidez primeiro: como você decidiu que agora era a hora de engravidar?

Estava completando quatro anos de casamento e resolvi que não devia mais adiar. Claro que contou o fato de eu e meu marido estarmos já em momentos mais seguros profissionalmente, mas a verdade é que vimos que já estava mais do que na hora de começar a família!

O que as novas mamães precisam ter em mente na hora em que resolvem engravidar?

Não sei se há regras rígidas que servem a todas, mas, falando em linhas gerais, eu acabo caindo nos clichês mais básicos: ajuda estar estável no casamento, na profissão e nas finanças. Não sei até que ponto são condições 100% fundamentais, mas certamente ajudam a trazer mais segurança em uma fase (muito sensível!) na qual precisamos dessa segurança!

Você se planejou financeiramente antes de engravidar?

Não diretamente, no sentido de “quero ter x $”. Mas acho que tem, sim, um peso saber que poderemos (eu e meu marido) ter uma tranquilidade – na medida do possível! – em relação aos inúmeros (quase infinitos) gastos que uma gravidez e um filho trazem! Sou bastante racional e para a minha personalidade é importante ter uma segurança mais completa assim.

Quais são as principais despesas durante a gravidez?

Nossa, a cada semana descubro novas!! Mas vão desde o enxoval propriamente dito até a preparação do quarto do bebê – no meu caso será ainda mais ampla essa questão, pois estou também me mudando de apartamento! Também é importante colocar no papel os gastos com parto, que não são baixos.

No seu blog, você fala bastante de carreira. Que dica você pode dar para quem engravidou e trabalha?

Essa é uma situação que não estou pessoalmente vivendo, pois, desde o começo deste ano, depois de anos bem workaholic, optei por não trabalhar mais – tenho apenas meus trabalhos relacionados ao meu livro (como a linha de roupas que é uma espécie de licenciamento com meu nome) que eu administro de casa, em uma rotina própria. Mas até por infinitas experiências alheias que já presenciei, posso dizer que nada muda! Com raras exceções, as mulheres conseguem manter suas rotinas durante a gravidez: conheço muitas mulheres que trabalham normalmente até o dia do parto. Gravidez é saúde! E a minha gravidez tem meu deixado até mais criativa e produtiva!

Gostaram? Vocês têm alguma dúvida sobre como se planejar na hora de engravidar? Contem nos comentários!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close