As famílias e a volta às aulas

31.01.2014

-

Por Governess Consultoria Familiar

As famílias e a volta às aulas

*Antoniele Fagundes

Ontem assisti a um filme chamado “Não sei como ela consegue”, com a Sarah Jéssica Parker.  O filme, além de bem-humorado, trata da realidade de mães de crianças pequenas que trabalham (ou não) fora de casa. É um tema sempre atual, pois, equilibrar trabalho, cuidados com a casa e a educação dos filhos não são tarefas simples! Até porque, a presença e os cuidados dos pais são essenciais para o desenvolvimento das crianças!

Se pai e mãe trabalham fora de casa e decidem matricular o filho em uma escolinha de educação infantil, ou mesmo quando os filhos já estão em idade escolar de alfabetização, alguns cuidados podem contribuir para que a adaptação da criança (e dos pais) aconteça tranquilamente!

O endereço da escola

Decida em qual região a escola precisa estar. Se próxima à sua residência ou do seu trabalho, por exemplo. Eu não aconselho matricular os filhos em escolas que estejam distantes de casa ou do trabalho dos pais.

A busca pelas escolas

Não caia na armadilha de somente conhecer escolas que seus amigos indicam ou que são populares em geral. Agende reuniões com todas as escolas da região e vá formando sua opinião.

Caso a escola não seja pública, pergunte o valor das mensalidades, matriculas e demais custos. A escolha da escola deve considerar se a família consegue arcar com as despesas que os estudos dos filhos representa no orçamento.

Conheça os professores

Quando agendamos uma entrevista na escola, em geral, somos atendidos pelas coordenadoras destas. Por isso, veja se é possível conhecer também as professoras responsáveis pela classe que seu filho(a) irá estudar. E, caso a escola não permita, se informe dos motivos. Assim, você irá conhecer um pouco da política da instituição.

As famílias e a volta às aulas

Preste atenção ao espaço físico

Analise principalmente as áreas de risco, como escadas, banheiros, cozinhas e portaria da escola. Veja se a escola possui porteiro e como funcionam os momentos de entrada e saída das crianças.

A linha de ensino

Você não precisa entender todas as correntes pedagógicas para decidir em qual escola seu filho irá estudar. Por isso, quando a coordenadora te falar algo que você não compreende, pergunte! Só saia da escola quando todas as suas dúvidas estiverem sanadas!

E, se seu filho for menor de 5 anos, preste atenção aos seguintes itens:

– pergunte de quanto em quanto tempo as professoras levam as crianças para tomar água. Pergunte se os copos em que as crianças tomam água são da escola e em qual frequência eles são higienizados.

– peça para conhecer o espaço onde acontecem as trocas de fraldas. Se certifique de como este procedimento acontece e quem é a responsável por isso! Não deixe de perguntar com qual frequência este espaço é higienizado.

– pergunte se em dias quentes e ensolarados, a escola passa protetor solar nas crianças.

– pergunte qual o procedimento adotado em caso de doenças ou primeiros socorros.

– Verifique se a escola possui berços ou espaço adequado para as crianças descansarem, caso necessitem. Conheça o espaço e veja se está a contento!

– pergunte se a entrada dos pais na escola é liberada ou se eles só podem entrar na escola em casos específicos. Existem escolas que alegam que a presença constante de pais na escola pode atrapalhar a adaptação das crianças.

 

Bom ano escolar para todos,

Beijos!

 

*Antoniele Fagundes estudou filosofia, psicologia e psicanálise. Atua como Consultora Familiar orientando famílias em todas as questões domésticas e familiares. Fale com ela através do e-mail antoniele@governess.com.br.

Este conteúdo foi útil para você?

Governess Consultoria Familiar

Governess Consultoria Familiar

Organize-se

close