Brasileiras viajam pelo mundo em busca de histórias de empreendedorismo feminino

Brasileiras viajam pelo mundo em busca de histórias de empreendedorismo feminino

Inspiração é o que move o mundo. As ativistas Taciana Mello e Fernanda Moura sabem bem disso e estão dispostas a rodar o mundo em busca de talentos inspiradores. As duas fazem parte do Projeto Founders, criado pela The Girls On The Road, e pretendem percorrer mais de 15 países, incluindo o Brasil, atrás de histórias de empreendedorismo feminino.

Você também pode gostar:
Como as mulheres podem se ajudar profissionalmente
Mulheres que se ajudam no trabalho crescem juntas
Saiba identificar e combater a Síndrome do Impostor

Durante cerca de um ano, elas irão entrevistar empreendedoras nos cinco continentes para contar suas histórias, desafios e resultados alcançados para que outras mulheres também se sintam inspiradas a tirar as próprias ideias do papel. As histórias serão compartilhadas através de uma série, cujos episódios devem ir ao ar em todos os canais do projeto na internet, a partir de fevereiro de 2017.

As entrevistas do projeto começaram dia 27 de junho em São Francisco e no Vale do Silício. A passagem pelo Brasil está prevista para janeiro do ano que vem e deve incluir São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. O projeto deve ser concluído  em setembro de 2017, após passagem por países como Canadá, México, Japão, China, Israel e África do Sul.

Uma das formas de viabilização do projeto será um crowdfunding para arrecadar parte do investimento necessário para a viagem. Qualquer pessoa interessada pode contribuir.

brasileiras-viajam-mundoFernanda Moura (à esquerda) e Taciana Mello viajarão o mundo com o Projeto Founders

Taciana e Fernanda se mudaram para a Califórnia em 2013, onde vivem até hoje. “Começamos a pensar em projetos que gostaríamos de fazer para empoderar mulheres a partir da nossa observação de que mesmo aqui no Vale do Silício a presença de mulheres como empreendedoras e fundadoras de empresas ainda é reduzida em comparação ao percentual de empresas fundadas por homens”, explicam elas.

Há muitos benefícios quando as mulheres empreendem. “O empreendedorismo feminino proporcionará o fortalecimento da economia global e, sem dúvida, trará impacto local nos países. Mulheres reinvestem mais na família e na comunidade em seu entorno. Um dos nossos principais objetivos com o Projeto Founders é mostrar para mulheres que o empreendedorismo é um caminho viável e que deve ser considerado como opção de carreira. Não é uma atividade exclusivamente masculina. Queremos mostrar que mulheres pelo mundo inteiro têm empreendido de forma efetiva e bem-sucedida”, dizem.

Para aquelas que desejam empreender, elas afirmam que correr riscos é parte do processo. “É preciso saber lidar com o fracasso, tirar lições e seguir em frente adaptando o que for necessário. Tenha clareza de visão e propósito. Corra atrás de conhecimento especifico para o seu negócio e indústria”, recomendam.

Para realizar sonhos, sejam pessoais ou profissionais, a confiança é fundamental. “Acredite que você é capaz e comece. Sair da inércia é muito importante. Você terá mais confiança ao ver que o seu sonho está saindo do papel. Todo mundo tem sonhos, o que faz a diferença é colocá-los em prática. Coloque um tijolinho por dia. E entenda que o fracasso faz parte do processo e não é o que te define. Nossa atitude é o que nos define”, afirmam.

Fotos: Aida Jones

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close