Casamento árabe

Casamento árabe

O casamento é um dos momentos mais importantes na vida de um casal. É uma etapa de festejo e união entre o homem e a mulher. A emoção e a alegria desse momento não deixa ninguém esquecer o grande dia. Esse momento é marcado por uma cerimônia no civil, na igreja – onde o casal jura amor e união eterna perante a sociedade governamental, social e religiosa e a festa.

Mas a cerimônia que nós brasileiros conhecemos é diferente das muitas outras espalhadas pelo mundo. Elas dependem muito da religião e da cultura a que pertencem os noivos e se diferem entre si, segundo crenças e religiões.

E falando em cerimônias diferentes, quem nunca teve a curiosidade de conhecer a cultura do vizinho?

Pensando nisso, o Armário Feminino convida você para conhecer um dos rituais mais ricos e originais do mundo, casamento árabe – bem diferente do tradicional casamento brasileiro. Além de ser uma forma de conhecer a cultura, é uma grande inspiração para quem procura fazer algo diferente no dia da sua comemoração, afinal, para a festa não existem regras, o que importa é ser feliz!

Casamento Árabe
A cultura árabe é uma das mais ricas e originais do mundo. Essa cultura une costumes e variações de várias outras para criar tradições únicas. As festas de casamento são caracterizadas com muitas cores, rituais simbólicos, danças envolventes e verdadeiros banquetes. O cortejo árabe é marcado pelas simbologias, e as festas costumam durar três dias – tendo, cada um, uma atividade específica.

Segundo o especialista em Islam, Wesley Nazeazeno a cerimônia do casamento árabe não seria tão diferente do que vemos por aqui. “Usualmente, é realizado em um altar. Os árabes muçulmanos, geralmente, casam-se na mesquita, sendo que o Imam ou o Xeique discursa para o casal, apresentando os deveres e responsabilidades de ambos os cônjuges durante o relacionamento marital”, explica Wesley. Ambos precisam afirmar audivelmente o desejo de se casar com o outro – tal como em nosso “sim”. Após o discurso e a confissão verbal do desejo de se unirem, duas testemunhas assinam um documento confirmando a união. O que difere totalmente a cerimônia de casamento árabe e o cristão, diz Wesley, é a duração. Entenda o que acontece em cada um dos dias na festa árabe:

Primeiro dia
O primeiro dia é reservado para a cerimônia oficial, quando acontece a troca de alianças e o contrato de casamento entre os noivos. “O noivo vai à casa da pretendida e pede ao pai, ou ao mais velho da casa autorização para casar-se com a desejada”. Havendo a autorização, a família comemora bebendo o sharbat, uma bebida de cor alegre feita de frutas ou pétalas de flores. Essa é primeira festa.

Segundo dia
O segundo dia é dedicado à noiva. A mulher é produzida para o casamento.

Além disso, são feitas as famosas tatuagens de hena nos pés e nas mãos, que simbolizam o amor e a alegria. De acordo com as tradições árabes, elas trazem fortuna e felicidade aos pares. “Na ocasião, apenas moças solteiras tatuam com hena as mãos e/ou pés da noiva para afastarem espíritos maus que possam atrapalhar o casamento. Também costumam derramar açúcar sobre a cabeça dos noivos, pedindo que Alá impeça que espíritos maus se aproximem do novo casal”, conta o especialista.

Terceiro dia
No terceiro e último dia, é realizada a festa de casamento. Na data, geralmente são convidadas muitas pessoas e a festa é marcada com muita comida. “O momento mais marcante da festa de casamento árabe é a chegada da noiva. Ela aparece sentada em um trono suspenso e os convidados jogam pétalas de rosa sobre ela”, conta o especialista.

No dia do casamento, há a troca de alianças. Frequentemente, cada convidado recebe cinco amêndoas, que representam os desejos para o casamento: saúde, felicidade, riqueza, fertilidade e longevidade. A cerimônia do casamento não é longa.

Vestimenta da noiva
Extremamente vaidosas, elas chegam a usar até sete vestidos diferentes durante toda a cerimônia do casamento, que ocorre durante os três dias. O vestido branco é obrigatório no terceiro dia da festa. Não há uma regra para as outras cores, mas há o costume de usar-se verde na festa da hena, que acontece no segundo dia.

Curiosidade
Você sabia que a tradição do uso das alianças veio do mundo árabe? Outra curiosidade é que o véu que as noivas usam só pode ser erguido após o noivo tomá-la como esposa.

Pós-casamento
Sete dias após o casamento, ocorre a Sabaa. É uma espécie de chá de cozinha. Apenas mulheres participam e dão presentes à recém-casada.

Gostou de saber mais sobre outras culturas? Que outra cultura você gostaria de conhecer? Fique atenta para as próximas matérias do Armário Feminino!

Fotos: muslimahfashionn.blogspot.com.br/casapetra.com.br/curiosaedesocupada.blogspot.com.br

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close