Como administrar o namoro com colega de trabalho?

Como administrar o namoro com colega de trabalho?

A sensação de estar apaixonada pode ser bem gostosa. Se o sentimento for correspondido, nada melhor! Mas existe uma saia justa que pode acontecer entre os apaixonados: quando eles são, além de namorados, colegas de trabalho. O tema já gerou mais polêmica no passado, hoje é visto com mais naturalidade. Em todo caso, ainda ficam algumas dúvidas e uma certa sensação de “pisar em ovos” quando o assunto é o comportamento em cada ambiente.

O fato de ser colega de trabalho do seu namorado ou namorada não precisa necessariamente ser empecilho para o relacionamento, tampouco para a carreira de vocês. É preciso, no entanto, observar a conduta para que isso não gere problemas ao casal. Tratamento desproporcional entre os colegas de trabalho e o parceiro (a) podem ser motivo de atrito dentro da equipe, por exemplo.

Você também pode gostar:
10 dicas de presentes até R$ 100 para o Dia dos Namorados
Dia dos Namorados: Dicas de DIY para presentear o seu amor
4 passos para fazer uma mudança radical em sua vida

O professor e especialista em gestão de pessoas da IBE-FGV, Sérgio Miorin, ressalta que namorar com alguém do trabalho não precisa ser visto como um problema. Aliás, se o casal souber administrar bem essa parceria no ambiente profissional, a união pode ser benéfica para a empresa.

Tratamento

O importante é saber estabelecer limites. “No ambiente de trabalho há período para tudo. Hora de trabalhar é hora de trabalhar. Você deve equilibrar as coisas. Deve haver maturidade. Uma situação não pode interferir na outra. Se o namoro atrapalhar o desempenho do trabalho, passa a ser um problema”, reforça.

O que vale é o bom senso. Pense bem, se um colega de trabalho for um amigo de longa data, vocês certamente se tratam com mais informalidade e intimidade fora do expediente. Em ambiente profissional, no entanto, deixam de lado as gírias, as piadas internas ou mesmo os palavrões. O mesmo vale para um casal. O escritório não será o ambiente para vocês trocarem carícias ou terem uma DR. Cada coisa a seu momento.

namoro-colega-trabalho

Imparcialidade

O especialista destaca que é fundamental estabelecer uma relação imparcial no trabalho, para evitar atritos em equipe. Deixar de tratar o parceiro (a) como colega de trabalho pode gerar constrangimentos entre superiores e subordinados. “Não pode haver favorecimentos ou subordinação pessoal, pois isso gera um mal estar na equipe, extrapola a relação profissional e vira questão ética”, destaca.

Código de conduta da empresa

Os posicionamentos das empresas em relação a namoros entre funcionários da equipe podem ser variáveis, portanto é aconselhável ficar atenta ao código de conduta da companhia para guiar seu comportamento. Isso não significa, no entanto, esconder a relação. “Não é preciso esconder de ninguém, mas também é necessário ficar atento aos limites estabelecidos e nunca desobedecer às regras”, ressalta o especialista.

Impasses

De um modo geral, a própria empresa pode sair perdendo se insistir em posicionar-se contra o relacionamento entre dois profissionais. Se duas pessoas se dispuseram a enfrentar este desafio, é porque elas realmente querem muito estar juntas. Sendo assim, na hora de colocar os prós e contras na balança, podem acabar optando por procurar outros empregos em vez de abrir mão do relacionamento.

Na verdade, é o próprio casal que precisa ter muita firmeza de que realmente quer trabalhar no mesmo ambiente, tendo em vista os obstáculos que isso pode representar. “O principal ponto é a pessoa saber separar a vida profissional da pessoal. O relacionamento amoroso dentro do ambiente corporativo é sempre complexo, porque haverá cobrança tanto pelo lado profissional quanto pelo emocional. É difícil conciliar as duas situações”, finaliza.

Nas palavras dele, a melhor saída para o casal é optar sempre pela transparência e boa comunicação para lidar com o relacionamento dentro da empresa. Ao longo do tempo, analise como anda o equilíbrio tanto de sua carreira quanto da sua relação. Se um dos lados estiver muito prejudicado, é melhor vocês dialogarem a respeito de uma solução. O importante é que haja equilíbrio profissional para os dois, bem como a felicidade de vocês dentro e fora do trabalho.

Crédito das fotos: Shutterstock

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close