Como diversificar e fazer a gestão do seu patrimônio

Como diversificar e fazer a gestão do seu patrimônio

Este é um post publicitário da Advis Wealth Management.

Na hora de investir, nós do Finanças Femininas sempre recebemos várias dúvidas de leitoras, que querem saber as melhores aplicações, os riscos envolvidos e como construir uma carteira. Para começar a investir, você tem que ler bastante sobre o assunto, procurar entender as opções que existem, fazer alguns cursos, conversar sobre o assunto com pessoas entendidas… Mas é sempre bom poder contar com a ajuda de profissionais especializados no assunto.

Para entender de que formas eles podem te ajudar, fomos conversar com a Advis Wealth Management, empresa do mercado financeiro que faz um trabalho de gestão de patrimônio, buscando entender o perfil e necessidades/sonhos de seus clientes e alinhar com um portfólio mais eficiente para cada determinada fase da vida. Quem faz todo o atendimento é o assessor, mas ele conta com uma estrutura por trás dele para ajudar a oferecer diferentes aplicações e fundos, dependendo do perfil do cliente.

Todo o trabalho começa com a avaliação do perfil do investidor (ou investidora!), para entender quanto risco ele ou ela está disposto a tomar, quais são as suas prioridades, qual é o tempo que ele pretende deixar o dinheiro aplicado. O desafio da equipe é criar um portfólio focado para cada cliente, adequando o perfil ao cenário de investimentos, buscando incluir bons produtos (como fundos de investimento).

“Nós estamos vivendo em um cenário de juros muito baixos com uma inflação elevada. Mais do que isso, pessoas com maior patrimônio sofrem com o aumento de preços de serviços, caso de restaurante, entretenimento e viagens, que já rodam em torno de 8% ao ano. Então a conta é muito simples: se você não investe muito bem o seu dinheiro, você acaba perdendo poder de compra ao longo do tempo. Nós precisamos olhar para os investimentos de uma forma mais estruturada, não dá mais para deixar o dinheiro 100% na poupança, pois o 1% de rendimento ao mês neste ativo já deixou de existir.”, afirma Felipe Safatle, sócio da Advis.

Desta forma, explica Felipe, o foco é ajudar o cliente a entender que existem riscos diferentes para cada tipo de perfil. “Ficamos muito próximos tanto do cliente, para saber as suas necessidades, quanto da performance da carteira dele, para acompanhar o desempenho”, afirma. De acordo com ele, existem vários níveis de risco e o objetivo deles é balancear produtos com níveis diferentes, para criar portfólios consistentes, com um risco sob controle.

O processo começa avaliando os diferentes tipos de ativos disponíveis, como previdênciaaçõesfundos de renda fixa, entre outros. Com base no perfil do investidor e no cenário, a equipe decide na alocação entre estas várias classes, e depois nos diferentes ativos específicos. “Essas carteiras são estruturadas e pensadas para o longo prazo. A diversificação traz uma eficiência maior e reduz o risco. Combinar uma carteira com diferentes classes de ativo e produtos é a melhor forma de fazer gestão de patrimônio”, explica Dayanne Lammel, sócia da Advis. Dá para montar uma carteira diversificada tendo a partir de R$ 300 mil guardados.

Você gostou? Ficou com alguma dúvida? Conte para a gente!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close