Como evitar que os avós deixem as crianças mimadas

Como evitar que os avós deixem as crianças mimadas

Ter filhos pequenos em casa enche qualquer família de alegria. Uma criança tem o poder de iluminar um lar e não é de espantar que torne-se o centro das atenções de todos os membros da casa. Além de todos os desafios de ensinar o mundo aos pequenos, o que pode e o que não pode ser feito, bom comportamento, regras de convivência e as perguntas que deixam qualquer mãe e pai em uma saia justa, é preciso ainda impor limites a eles.

Um agravante nessa situação, é que além da tarefa de fazer as crianças entenderem que em alguns momentos as vontades delas não poderão ser atendidas, é preciso ainda ter a colaboração dos avós. Quando a criança chega na família, eles se alegram por saberem que serão pais novamente. O grande problema é que muitas vezes eles exageram na dose com os mimos e agrados aos netos.

Você também pode gostar:
5 atitudes na criação dos filhos que precisam ser revistas com urgência
10 brincadeiras para garantir a diversão dos filhos sem gastar
Educação: quais os valores financeiros ensinar aos filhos

Essa situação pode ser motivo de discórdia. A mãe proíbe o doce antes do almoço, a avó sempre tem uma bomboniere cheia de chocolates para o neto. A mãe explica que a criança não vai ganhar presentes fora de datas especiais, mas avó volta e meia aparece em casa com uma lembrancinha. De certo modo, a criança pode começar a ver os pais como os vilões que estão sempre dizendo não, e os avós como o heróis que tudo permitem.

Como corrigir essa situação

No livro “Como falar de dinheiro com seu filho”, a educadora Cássia D’Aquino fala sobre isso e explica a necessidade do assunto ser conversado com os avós. “Para superar o impasse, os pais devem envolver os avós no processo de educação financeira das crianças, explicando as razões dos limites e pedindo que eles colaborem. E isso não é difícil. Afinal, quem ama se preocupa com o objeto de seu amor”, discorre em um trecho do livro.

avos-netos

 

Continue a ler a matéria na próxima página!

A especialista acrescenta ainda que uma grande contribuição que pode ser dada pelos avós, é compartilhar com os netos suas histórias de vida, mostrar a eles como superaram momentos de dificuldades, como enfrentaram percalços financeiros, de que forma lidaram com dilemas éticos, enfim, situações vividas que colaboraram para que eles amadurecessem com as experiências vividas.

Compartilhar esses ensinamentos, mostrar que nem sempre as coisas acontecem do modo como esperamos e que é preciso encarar as limitações da vida com maturidade, é um presente sem tamanho.

Alternativa para os mimos

Uma saída para evitar os gastos com presentes fora de hora que acabam mimando as crianças, uma alternativa para os avós que insistem em querer presenteá-los de alguma forma, é direcionar o dinheiro que seria investido nisso em uma forma de poupança, pontua a educadora no livro.

Desta forma, eles não deixam de agradar os netos, mas fazem isso de uma forma construtiva para o futuro, mostrando a eles também a importância de guardar dinheiro, de pensarem a longo prazo. Muitas vezes as crianças só reconhecem o valor de uma poupança quando já estão adultas. Uma iniciativa neste sentido por parte dos avós é uma forma de mostrar a eles os primeiros passos quanto à educação financeira.

Fotos: Shutterstock

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close