Como explicar as dificuldades financeiras para os filhos?

Como explicar as dificuldades financeiras para os filhos?

As festas de fim de ano estão chegando e você anda com o peito apertado, sabendo que dessa vez vai precisar conter-se na hora de preparar o cardápio da ceia e também na lista de presentes. Atravessar períodos de dificuldades financeiras é difícil para adultos, imagine então para as crianças!

Muitas famílias optam por esconder dos filhos esse tipo de situação, pensando que assim estão poupando-os do problema. O resultado é que você vai acabar sacrificando parte de um dinheiro que seria importante para arcar com algumas despesas, ou mesmo comprometendo-se com dívidas no cartão de crédito ou cheque especial para comprar os presentes que eles pedem ou mesmo para atender a todas as vontades que eles manifestarem.

Além disso, você blinda seus filhos de participarem de uma etapa dolorosa, mas não dão a eles a oportunidade do aprendizado diante da dificuldade. Conversas transparentes e com sutileza devem ser feitas, para que as crianças também entendam papel que têm no orçamento da casa.

como explicar crises financeiras aos filhos

Reunião de família

Quando seu filho tira notas ruins na escola, você certamente conversa com ele para tentar entender o que está acontecendo. Da mesma forma, com certeza você ensaia um discurso bem descolado e jovem para saber como vai aproximar-se quando ele estiver na adolescência, lidando com todos os problemas típicos dessa fase.

Da mesma forma como o diálogo é importante em todos esses momentos, é preciso também abrir espaço para conversa para tratar sobre a saúde financeira da família. Se você acha difícil conseguir explicar os motivos da crise financeira, não entre em detalhes sobre a causa, mas converse abertamente sobre a realidade da família.

Mude os hábitos em casa, cobre dos filhos mudanças de postura para economizar nas despesas (evitar banhos demorados, luzes acesas sem necessidade,etc), corte os supérfluos no carrinho do supermercado. Sabendo da má fase financeira e percebendo as mudanças no próprio cotidiano, seus filhos naturalmente vão ficar mais conscientes quanto aos gastos.

A mesada

O dinheiro que eles recebem mensalmente agora pode ser uma faca de dois gumes, dependendo da forma como você administra os recursos. Se você não orienta seus filhos quando eles acabam com toda a mesada logo no primeiro dia e ainda cede quando eles te procuram para pedir um pouco mais de dinheiro antes do mês acabar, é bem possível que enfrente um problema para que eles aceitem as mudanças no padrão de vida.

A mesada precisa ser um instrumento de educação financeira. Em um momento de dificuldades financeiras, ela pode ser uma excelente maneira de mostrar aos seus filhos que eles precisam repensar as despesas e não gastar o dinheiro rapidamente com bobagens.

como lidar com crises financeiras em família

O consumo

Antes de mais nada, é preciso que você admita para si que está passando por uma fase difícil quanto aos recursos financeiros. Muita gente acaba afundando em crises ainda piores por simplesmente ignorar o problema e não mudar absolutamente nada no padrão de vida. Sendo assim, como você espera que seus filhos tenham posturas conscientes se você mesma não consegue transmitir isso a eles?

Principalmente na fase da infância, a nossa postura é fundamental para refletir no comportamento da criança. Evite atitudes que reforcem o consumismo. Como é que você vai justificar para seus filhos que não tem condições de comprar os presentes que eles querem de Natal se chegar em casa com várias roupas que não precisava comprar, mas encontrou em liquidações?

Uma forma ensiná-los a levarem uma vida sem tanto consumo é estimulando a criatividade. Se um deles te pediu uma bicicleta e você não tem condições de comprar, dê um presente mais barato, mas leve-o ao parque para andar nas bicicletas disponíveis para aluguel, comprometa-se a fazer isso com frequência, assim vocês aproveitam mais tempo juntos. Se a sua cidade não oferece esse tipo de serviço, que tal ajudar seus filhos a montarem carrinhos de rolimã? É uma oportunidade de reunir a família em uma atividade pra lá de nostálgica!

Enfim, ainda que o exemplo acima não encaixe-se na sua realidade, o importante é que você busque alternativas e mostre a seus filhos que não é preciso ter rios de dinheiro para divertir-se!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close