Como lidar com fatores psicológicos para evitar compras por impulso

Como lidar com fatores psicológicos para evitar compras por impulso

*Julia Campos

Meninas, eu não entendo muito de psicologia mas se tem algo que notei e tenho conversado bastante depois desses meses sem comprar nada, é como nossa ansiedade mata qualquer desafio sem compras, rs! Talvez não exatamente a ansiedade, e sim como a gente se sente naquele momento …triste, feliz, solitária…e por aí vai! E ai quando vemos o efeito daquela compra por impulso, ficamos ainda mais chateadas certo? Rs !

Estava conversando com uma seguidora recentemente sobre a dificuldade que ela tem em economizar e isso me veio à tona ! Mas como será que podemos lutar contra isso ? rs! Obviamente não sou psicóloga e nem tenho nenhum doutorado para dar dicas confirmadas e estudadas sobre isso, mas posso dar dicas baseada nas minhas experiências. Vale?

1) Ocupar a mente com outras coisas ! Sim, sabe aquele tempo, ou aquele vaziozinho que dá no coração de vez em quando e queremos compensar com uma compra? Que tal ocupá-lo com outra coisa que te alegra e te dá prazer? Comigo, por exemplo, me encontrei em séries e documentários na internet/Netflix ! Pode parecer besta, mas tenho visto tanta coisa legal que as vezes nem da vontade de sair de casa pra bater perna! Mas isso é super pessoal, vai de cada uma encontrar essa válvula de escape…um livro, um exercício, uma outra atividade…o que seja ! Para mim tem sido super útil!

compras-impulsivas

 

Continue a ler a matéria na próxima página!

2) Amiga, você não está sozinha ! Não pense e se culpe por achar que é a unica que compensa um sentimento bom ( ou ruim) em compras ! Muitas mulheres fazem o mesmo! Não sei o número, mas por experiência própria de contato com outras pessoas, vejo que é a maioria, rs! Então, se uma ou outra conseguiu se controlar, você também consegue.

3) Suma com o seu dinheiro ! Essa dica sempre dou por aqui! Sim, suma com a grana! Mas suma com ela numa aplicação, numa poupança, num investimento…não deixe nem que ele faça coceguinhas em sua conta bancária! Caiu o salário, já some com ele e então veja o que sobra pra você fazer suas “loucurinhas”! Não espere gastar para guardar, e sim guarde para depois gastar!!

4) E sim, se perceber que seu caso esta fugindo do controle, procure ajuda de um profissional! Essas compras causadas por essa nossa montanha russa emocional, pode minar nossa conta bancária e nos entristecer ainda mais !

Espero que tenha ajudado meninas, caso tenham passado ou passam por algo assim! Não é fácil, mas estamos juntas e quanto mais racionalizarmos tudo e nos organizarmos, mais fácil fica se segurar !

Um beijo,

*Julia Campos é economista e fundadora do blog Economoda. Escreve sobre dicas de economia em moda e cosméticos e ajuda as mulheres a se sentirem mais bonitas gastando pouco.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Julia Campos

Julia Campos

Economoda

close