Como mudar de carreira aos 40 anos

Como mudar de carreira aos 40 anos

Mudar de carreira pode ser um grande desafio. É preciso ter coragem para deixar o que já é conhecido para trás e abraçar o novo. A mudança pode exigir ainda mais cuidado quando se tem por volta de 40 anos. Nessa faixa etária, muitas mulheres já contam com certa estabilidade na vida e na carreira, estão mais maduras e com filhos. O medo de arriscar pode ser maior.

Se você está nessa faixa etária e pensando em mudar de carreira, deve fazer um bom planejamento para aumentar as chances de ser bem-sucedida. “É preciso entender as próprias qualificações técnicas, as competências comportamentais e o que gosta de fazer. Deve-se então buscar apoio e conhecimento. Se for abrir um negócio próprio, tem que conhecer o ramo. Busque as qualificações necessárias. Estude muito antes de fazer uma mudança radical”, recomenda Lígia Molina, professora da IBE-FGV e especialista em Gestão de Pessoas, Liderança e Coaching.

Você também pode gostar:
Como voltar ao mercado após uma pausa na carreira
Veja 9 erros comuns em entrevistas de emprego e como evitá-los
As vantagens de trabalhar em home office

Converse com profissionais que mudaram de carreira – assim você terá uma noção do que pode enfrentar e se prepara melhor. Converse também com pessoas que trabalham em sua nova área de interesse para entender melhor a rotina delas e avaliar se você se identifica. Veja se o mercado em que deseja atuar é promissor e qual é a média salarial. Avalie se terá recursos financeiros para a transição caso a nova profissão tenha remuneração menor.

“A satisfação pessoal nem sempre está atrelada ao lado financeiro. Coloque tudo na balança: o que você ganha e perde com a mudança de área. Leve em consideração questões como qualidade de vida, saúde, parte financeira etc”, aconselha a especialista.

mudar-carreira-40anos

Continue a ler a matéria na próxima página!

É necessário que compartilhe com a família o que deseja fazer. “Tenha um diálogo muito aberto. Sem apoio, qualquer tipo de mudança fica muito complicada”, afirma Lígia. Quando nossas decisões são acompanhadas pela compreensão e suporte dos familiares, tudo fica mais fácil e nos sentimos amparadas e motivadas. Porém, caso não conte com isso, só você poderá decidir o que é melhor para si.

Se a mudança de carreira for bem-sucedida, você terá muitos benefícios. “A pessoa fica mais feliz e leve, sente mais prazer. Quando encontra o que realmente quer fazer, ela melhora e quem está ao redor também. A autoestima aumenta. Tudo reflete de forma positiva”, afirma Lígia.

E se você mudar e se arrepender? “Tem que estar sempre disposta a recomeçar. Errar faz parte”, diz Lígia. Se você percebeu que tomou a decisão errada ao mudar ou as coisas não deram certo, recorra ao networking para abrir portas, procure ex-chefes e colegas de trabalho. Não tenha vergonha e use toda sua determinação para retomar a antiga carreira. Só não erra quem não tenta.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close