Como mudar de carreira com dívidas a pagar

Como mudar de carreira com dívidas a pagar

Deixar um emprego, trocar de empresa ou abrir o próprio negócio são objetivos de muita gente. Mas se dar novos rumos à carreira já não é fácil com a vida financeira em dia, com dívidas a pagar, então, é ainda mais complicado dar esse passo.

Hoje, muito se fala em fazer algo que se ama e tenha significado para você, mas transições profissionais devem ser muito bem pensadas. Não só as questões financeiras devem ser consideradas nesse processo – onde você deseja chegar, em quanto tempo e o que precisa aprender para ver seu plano se concretizar também são fatores importantes -, mas elas, de fato, falam alto.

Por isso, se você está endividada, mas com o sonho de mudar de carreira, confira as dicas da coach financeira e palestrante do Instituto de Coaching Financeiro (ICF), Patricia Fonseca, e da planejadora financeira CFP® pela Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar), Andreia da Silva Castro, para colocar as finanças em dia e dar esse passo com segurança.

O que é uma mudança de carreira bem planejada financeiramente?

Os riscos financeiros envolvidos em uma mudança profissional são grandes: há a chance, por exemplo, de não se conseguir manter o padrão de vida, de não se sentir satisfeita com a decisão tomada ou mesmo de o retorno financeiro não ser o esperado. Essa decisão, portanto, precisa vir acompanhada de muita reflexão – e contas.

carreira_dividas_interna

“A pessoa deve avaliar se a decisão irá prejudicar sua qualidade de vida e os seus objetivos, em outras palavras: se os ganhos compensarão os riscos. É importante considerar também que, quanto mais radical for a mudança, maior será o esforço necessário”, coloca Andreia.

Para não tropeçar na transição, é essencial que seja formada uma reserva financeira. E, para uma pessoa endividada chegar lá, o primeiro passo é a criação de um plano para quitar dívidas.

Passo 1: quite as dívidas

Leitura complementar

Plano para Quitar Dívidas

Plano para Quitar Dívidas

Ver mais

“Antes de abraçar a mudança de carreira, a pessoa que está com dívidas deve concentrar seus esforços em eliminá-las”, explica Patricia. Para isso, é preciso que seja criado um plano de ação: com enumeração das dívidas, taxas e prazos de pagamento, renegociações e revisões orçamentárias. Veja aqui um passo a passo para deixar os débitos para trás.

Passo 2: entenda (e reveja) seu padrão de vida

Com essa questão solucionada, é hora de começar a planejar o seu colchão financeiro. “Para isso, será necessário uma coleta de informações detalhada para dar nome às suas despesas e saber qual é o real valor do seu consumo mensal”, coloca Patricia.

Detalhar o orçamento e ver onde há espaço para corte de gastos são medidas essenciais tanto para saber quanto precisará guardar quanto para reforçar suas reservas mensais. Esta planilha do Finanças Femininas pode ajudá-la.

Passo 3: crie uma reserva financeira

Por fim, é preciso planejar a sua reserva financeira. O valor ideal varia, mas as especialistas indicam uma poupança suficiente para cobrir seus gastos por quase um ano. Ou seja, se no passo anterior você descobriu que precisa de R$ 2 mil mensais para pagar suas contas, seu colchão deverá ser de, no mínimo, R$ 24 mil. “No entanto, a depender da decisão de mudança, ainda será necessário o valor de investimento para a transição e/ou novo negócio”, complementa Andreia.

Com esses valores em mãos e os seus planos traçados, você poderá também escolher o investimento financeiro ideal para ajudá-la a atingir seus objetivos mais rapidamente.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

marianaribeiro

Mariana Ribeiro

Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

close