Como não se enrolar com o cheque pré-datado

Como não se enrolar com o cheque pré-datado

Para alguns pode até parecer coisa do passado, mas, segundo dados do SPC Brasil e CNDL, 8% dos brasileiros ainda utilizam o cheque pré-datado. Ter prazo para pagar, fazer compras mesmo quando não tem dinheiro e poder parcelar são os fatores que mais levam os consumidores a utilizarem esse meio de pagamento.

Acredita-se, ainda, que ele seja usado cerca de 9 vezes ao ano pelos usuários, principalmente para compras de alimentos em supermercados, materiais de construção e móveis.

Apesar da comodidade, o uso de cheques exige muita organização e disciplina. Abaixo trazemos os cuidados financeiros necessários para que você não acabe se confundindo com os pagamentos – e prejudicando sua conta bancária.

Faça o controle adequado dos gastos

Por ser algo mais “manual” do que um cartão de crédito, por exemplo, atentar-se ao controle de gastos é fundamental para quem utiliza cheques pré-datados. Embora 86% dos entrevistados pelo SPC Brasil afirmem que anotam de alguma forma as suas despesas, 38% já ficaram com o nome sujo por atrasar o pagamento – 13% deles, inclusive, continuam nessa situação.

Para evitar que isso ocorra, é preciso realmente dedicar tempo à sua organização financeira, registrando as despesas da forma que mais funcione para você. Dentre os participantes da pesquisa, 42% usam o canhoto do talão, 23% um papel, caderno ou agenda e 21% fazem o controle em uma planilha. O mais importante aqui é ter disciplina.

cheque_pre_datado_interna

Fique de olho nas datas de compensação

O grande ponto em anotar os seus gastos é acompanhar as compensações. Se você se esquece de alguma data de pagamento – e não tem dinheiro suficiente na conta para dar conta do compromisso -, pode acabar se complicando seriamente.

Leitura complementar

Plano para Quitar Dívidas

Plano para Quitar Dívidas

Ver mais

Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, destaca ainda que essa modalidade não é regulamentada por lei e, por isso, o cheque pode ser compensado antes da data. Então, fique atenta às movimentações.

Garanta compras dentro da sua capacidade de pagamento

O uso do cheque de maneira adequada envolve, necessariamente, o respeito à sua capacidade de pagamento. Fazer compras que ultrapassam o seu poder de compra pode ser um tiro no pé para a sua vida financeira. Mais uma vez, o controle de gastos é a ferramenta necessária para evitar problemas.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

marianaribeiro

Mariana Ribeiro

Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

close