Como organizar o caixa para a chegada do bebê

Como organizar o caixa para a chegada do bebê

O primeiro filho está prestes a chegar! Claro que a alegria e a euforia com o mais novo morador da casa é grande. É justamente para te ajudar a curtir este momento da maneira mais prazerosa possível que te indicamos este post. Com a chegada de um bebê é preciso se organizar com as despesas em casa. Você já começou a se planejar?

Para falar sobre este assunto, o Finanças Femininas conversou com o professor de finanças da Faculdade Ibmec Eduardo Coutinho.  “Se a pessoa for organizada financeiramente, ela não vai ter muito problema para se equilibrar em casa. Se ela for desorganizada, vão sobrar problemas. Em vez de aproveitar o filho, ela vai acabar acumulando estresse”.

Melhor não contrariar palavra de especialista, não é mesmo? Vamos às dicas!

filhos, bebê, orçamento, planejamento financeiro

Veja o perfil da família

Primeiramente, é preciso saber quanto cada família pode gastar para que se planeje. Independente da classe social, as despesas serão altas, então é necessário, antes de mais nada, colocar na ponta do lápis o que você planeja incluir no orçamento com a chegada do seu filho. Por exemplo, se o casal tiver condições de contratar uma babá, é preciso de imediato procurar referências de mercado e saber a média de remuneração desta profissão. Se contratar um funcionário está fora de cogitação e o orçamento anda apertado, liste os itens mais imediatos que o bebê vai precisar. Em seguida, faça uma outra lista com as despesas pessoais e da casa e avalie o que é possível cortar, pelo menos temporariamente.

Despesas antes do nascimento

Para que o casal não passe dificuldades com as contas, o ideal será detalhar quais serão as despesas mais imediatas. Antes mesmo da chegada da criança, é preciso providenciar uma série de coisas como berço, uma banheirinha, carrinho para passeio, cadeirinha para veículos, entre outros. São os itens mais caros, mas que não podem ser adiados. Com certeza não vai dar para providenciar tudo isso pagando à vista, então a dica é não se acanhar na hora de barganhar um desconto. No fim das contas, os 5% de desconto aqui e outros 10% ali vão fazer muita diferença.

Preste atenção nas formas de pagamento

Já que será preciso parcelar, analise bem as condições de pagamento de todas as lojas de itens infantis antes de concluir sua compra. É bom ter a opção de ir pagando tudo aos poucos, mas preste atenção para não parcelar a ponto de acrescentar juros absurdos em cima do valor da compra.

Planejamento futuro

Bom, depois que o quarto do (ou da) filhote estiver montado, o chá de bebê já estiver organizado (dica boa para garantir mamadeira e fraldas por muito tempo), é bem possível que os pais se acomodem um pouco com a organização das despesas, por achar que a fase mais difícil já passou. Grande engano! Gastos como pediatra e escola são pesados e inevitavelmente vão fazer parte desta nova fase de vida.

Além disso, os primeiros meses de vida de uma criança devem ser observados muito de perto. É uma fase delicada e que será crucial em todo o processo de desenvolvimento da pessoa. Seu bebê pode precisar de cuidados específicos ou mesmo de alimentação diferenciada, portanto, é melhor se prevenir e ter alguma reserva financeira, em caso de necessidade.

Como você vai se preparar para a chegada do seu bebê?

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close