Como organizar o orçamento com a entrada do 13˚ salário

Como organizar o orçamento com a entrada do 13˚ salário

Falamos com muita frequência sobre a organização do orçamento para termos clareza sobre as despesas e a forma como o dinheiro está sendo distribuído. A boa notícia desta época do ano é que a entrada do 13˚ salário pode deixar esse orçamento mais flexível!. O que muita gente acaba fazendo – sem pensar duas vezes – é ceder às tentações do comércio e não fazer a conta do quanto está saindo do bolso.

Com um bom planejamento, dá para ganhar um certo fôlego nas despesas com a entrada deste dinheiro. Esqueça os gastos com o Natal e o Réveillon por enquanto e vamos pensar em algumas prioridades para este pagamento.

Dívidas

Faça um levantamento de todas as suas pendências e aproveite a entrada deste dinheiro para quitar as que estão mais urgentes. Se o dinheiro não for suficiente para liquidar a dívida toda de uma só vez, aproveite este momento para renegociar com seus credores. Lembre-se que eles estão interessados em receber o dinheiro, portanto não ficarão irredutíveis mediante à sua disposição em pagar. Tente descontos ou mesmo juros mais baratos e liquide pelo menos parte da dívida.

Se você tiver pendências com os serviços básicos (água, luz e telefone), a prioridade é pagá-las antes de mais nada, já que as fornecedoras podem cortar o serviço. Em seguida, faça o possível para livrar-se das dívidas com cartão de crédito e cheque especial, que tem os juros mais altos.

Use o 13˚ para pagar dívidas

Começando o ano com o pé direito

Se seu orçamento não está comprometido com dívidas e você está morrendo de vontade de correr para o shopping, controle-se um pouco mais! Que tal manter-se com as despesas em dia em 2014 e aproveitar parte do 13˚ para quitar algumas contas extras de janeiro?

Bom seria se as despesas a mais no período de férias se restringissem às festas de fim de ano a viagem de férias, porém o começo do ano chega acompanhado do IPTU, IPVA, matrícula e material escolar, entre outras despesas. Deixar algum dinheiro reservado para pagar essas contas pode te dar um alívio nos próximos meses.

Pense no futuro

Tem um presente excelente que você pode dar para si mesma neste fim de ano, mas que não vai caber embaixo da árvore de natal: um investimento! Como você deve ter acompanhado nos jornais, o governo subiu a taxa Selic para 10%, isso significa que agora é um bom momento para buscar investimentos que sejam atrelados a essa taxa.

Levando-se em conta a inflação em 6% ao ano – com perspectiva de permanecer estável –  o ganho real com investimentos atrelados à Selic é de aproximadamente 4% ao ano, sem levar em conta os descontos com taxas de administração dos investimentos. Algumas das opções são os fundos de renda fixa e também os títulos do tesouro. Antes de fazer sua escolha, fique atenta às taxas de administração e o período em que pretende fazer a retirada desse dinheiro.

 

E você, como planejou os gastos do seu 13˚ salário? Divida conosco a sua experiência!

 

 

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close