Como se divertir na noite de SP com até R$ 20

Como se divertir na noite de SP com até R$ 20

Sair para baladas em São Paulo pode ser caro. Além do valor da entrada, ainda é preciso desembolsar uma grana em bebidas que, convenhamos, estão longe de ter um preço amigo. Porém, a capital paulista é democrática e permite que qualquer pessoa se divirta com o pouco que tem no bolso – além da rica programação cultural, ainda conta com festas que não cobram entrada e prometem bons drinks com valores justos. A seguir, ensinamos você a se divertir na noite de São Paulo com pouco dinheiro, mas sem economizar na folia.

Festas underground

Nem só de grandes baladas vive a noite de São Paulo. Aliás, elas são quase como a ponta de um iceberg de uma vida noturna riquíssima. Bares e ruas recebem festas que, quando não são gratuitas, cobram um valor de entrada bem amigo. Alguns exemplos são a Trackers – que recebe festas como a semanal Discopédia e a XXXbórnia, que costuma dar VIPs para os primeiros a chegarem – e o LaPeJu, que promete bebidas a preços justos e muito soul, funk, jazz e música brasileira. Para quem curte ferveção de verdade, vale prestar atenção na Derretida, que acontece em plena 13 de Maio com uma pegada trash para lá de animada. Em época de carnaval, fique de olho na agenda de bloquinhos de rua.

Baladas VIP

Seja por nome da lista ou com limite de horário, muitas casas oferecem este benefício. Assim, você só gastará o que for consumir de fato. A oferta varia bastante, então, vale ficar de olho em suas baladas favoritas. Entre as que costumam dar VIP estão a LGBT Alôca, DJ Club e Funhouse.

sair-de-noite-SP-sem-dinheiro

Food parks

Espalhados pelo centro e zona oeste, eles trazem o melhor da gastronomia de rua a preços convidativos. Na região da avenida Paulista é possível degustar algumas delícias no Food Park Augusta, que funciona até meia-noite, e em Pinheiros no Vila Butantan, até às 22h.

Shows e peças gratuitos ou a preços populares

A agenda cultural de SP se estende pela noite e é uma ótima opção para quem quer se divertir, mas não curte muito baladas. Os Sescs, por exemplo, têm programação rica e repleta de apresentações de peso, já tendo recebido artistas como Elza Soares e Paralamas do Sucesso. Já o Centro Cultural São Paulo sedia festivais com o melhor da música alternativa brasileira, incluindo bandas como Autoramas e Terno Rei. Sem falar nas peças de teatro. Vale a pena ficar de olho na programação!

Caminhada noturna pelo centro

Na correria, muitas vezes não reparamos na beleza do centro de São Paulo – e, se você já foi à Virada Cultural, sabe que ele fica ainda mais interessante de noite. Se você também deseja ver tudo isso de pertinho, precisa conhecer a Caminhada Noturna Pelo Centro de São Paulo, projeto que faz parte do movimento pró-recuperação do Centro promovido pela ONG Associação Viva O Centro. A ação acontece todas as quintas-feiras às 20h e, para participar, basta aparecer no horário combinado em frente ao Teatro Municipal. O percurso, que dura duas horas, promete apresentar fatos históricos sobre desde marcos culturais até bares e restaurantes.

Fotos: Shutterstock

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close