Como se preparar para deixar o mercado de trabalho quando quiser

Como se preparar para deixar o mercado de trabalho quando quiser

Post patrocinado pela Caixa Seguradora

Quando somos muito jovens e começamos a dar os primeiros passos na carreira, as ambições costumam não passar do médio prazo: um carro, uma viagem bacana ou mesmo bens materiais e curtições de fim de semana. Ter renda para custear o estilo de vida que desejamos é importante, mas não dá para esquecer de pensar no futuro.

De um modo geral, por mais que tenhamos consciência de que a preparação para a aposentadoria é necessária, nós tendemos a dar mais prioridade para as despesas de agora do que para as reservas de um futuro bem cuidado. O hábito é tão comum que os economistas comportamentais estudam esse fenômeno – que faz com que a gente dê mais atenção para os benefícios do presente do que para aqueles que possam ser recebidos no futuro.

No entanto, encarar essa tendência sem a preocupação de mudar esse comportamento pode ser uma cilada. Nos Estados Unidos, por exemplo, a população da Flórida vem encarando um grande desafio provocado pelo planejamento tardio da aposentadoria: diferentes gerações estão disputando espaço no mercado de trabalho por vagas que exigem pouca qualificação e experiência comprovada – as quais, em outro cenário, seriam ocupadas por jovens iniciantes no mercado de trabalho. Na maioria dos casos, os integrantes das gerações mais velhas gostariam de se aposentar, mas não conseguiam porque o dinheiro era insuficiente.

Sendo assim, a consequência direta foi a permanência dos membros dessa geração no sistema por mais tempo do que gostariam e a demora para os mais jovens ingressarem no mercado, tendo em vista a disputa com a geração mais velha.

Obviamente existem pessoas que gostam tanto de trabalhar que não pensam em parar, mesmo depois da aposentadoria. Não há mal algum nisso, se o trabalho proporcionar prazer. A questão é que, depois de se aposentar, o ideal é que o trabalho seja encarado como um hobby.

O interessante é ter a liberdade de deixá-lo em segundo plano se for preciso. Para que isso aconteça, é preciso pensar no planejamento da aposentadoria com a mesma relevância que é dada para despesas do presente. O dinheiro economizado hoje, bancará a tranquilidade de amanhã. Lembre-se, viver o presente com intensidade é o que torna a vida memorável, mas para que essas memórias sejam agradáveis, é preciso tratar o dinheiro com respeito e pensar no futuro.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Foto: iStock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close