Como ter uma vida mais feliz com o meu orçamento?

Como ter uma vida mais feliz com o meu orçamento?

A palavra “orçamento” pode gerar um certo desconforto quando fora de contexto. Faz a gente lembrar das despesas, da grana curta no fim do mês e, consequentemente, na necessidade de alguns cortes. Mas será que a nossa organização financeira tem que estar sempre relacionada a restrições e cortes? Não exatamente.

Ter disposição para trabalhar todos os dias precisa ter uma recompensa maior do que simplesmente manter as contas em dia. O que desejamos, na verdade, além da satisfação pessoal, é poder ter qualidade de vida.

E a questão está justamente ai, o seu orçamento deve ser pensado de forma a lhe garantir uma vida agradável. Isso não significa ter absolutamente tudo do bom e do melhor, mas sim uma questão de priorizar as coisas certas que vão lhe proporcionar alegria.

Reveja seus critérios

Você faz praticamente uma mágica para conseguir um equilíbrio entre seu contracheque e as faturas de cartão de crédito. As vezes nem dá para encher o carrinho do supermercado como você gostaria, afinal de contas as parcelas da nova bolsa, dos novos sapatos e das novas roupas acumularam e o dinheiro encurtou.

Seja realista, como é o seu comportamento dentro de um shopping cheio de vitrines maravilhosas oferecendo uma promoção atrás da outra?

Comprar por impulsividade está te fazendo feliz, está melhorando a sua vida? As compras por impulso costumam trazer uma alegria imediata, mas ela não costuma durar por muito tempo.

como ter uma vida mais feliz com meu orçamento?

Monte um orçamento que te faça feliz!

Lembra daquele ditado popular: “nem tanto ao céu e nem tanto à terra”? Pois é, montar um orçamento que te deixe feliz consiste basicamente nisso, encontrar um equilíbrio entre os sacrifícios e os prazeres.

Ficar endividada a ponto de ter que cortar tudo que você tem prazer em fazer é terrível (quem já passou por isso sabe do que estamos falando!). Sendo assim, dá para balancear suas contas fazendo algumas ponderações.

Por exemplo, se você gosta de sair para jantar, seja para namorar ou encontrar amigos, você pode tentar substituir os lugares mais caros por outros mais em conta. Afinal, o que diverte a gente é o encontro, a conversa, o bem-estar. Se a situação estiver vermelha a ponto de cortar as saidinhas de fim de semana, que tal chamar o pessoal para uma reunião na sua casa? Cada um leva o que for beber e vocês dividem a conta do que forem preparar para comer.

Da mesma forma, antes de decidir se vai mesmo comprar aquele lindo sapato na vitrine (mesmo sabendo que existem outros novinhos no seu armário), use o seguinte critério para controlar o seu impulso: o que mais você poderia fazer de interessante com esse dinheiro?

Analise bem a peça e reflita se você realmente terá muitas oportunidades para usar esse sapato. Ele é funcional para o seu dia-a-dia ou ficaria mais tempo na caixa do que em uso? Se for uma peça completamente dispensável, o dinheiro que você gastaria nele poderia ser usado para pagar as passagens de uma viagem de feriado ou fim de semana, por exemplo!

Veja bem, desta vez não estamos falando somente em deixar de fazer certas coisas para poupar dinheiro, mas sim em te direcionar a refletir melhor em como você pode bancar a sua felicidade, sem precisar fazer aventuras com sua conta bancária.

Ter uma poupança, um fundo de emergência, enfim, uma organização financeira para manter a vida em dia é fundamental. E em meio a tudo isso é possível sim usar o dinheiro para abrilhantar o nosso cotidiano. Basta saber ser flexível e ponderada na hora de pensar seus gastos!

 

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close