Conheça o verdadeiro valor do dólar para viagens internacionais

Conheça o verdadeiro valor do dólar para viagens internacionais

Para fazer uma viagem internacional, os serviços de uma agência de turismo podem te poupar muito trabalho na hora de selecionar voo e hospedagem. Mas o custo-benefício já não é mais o mesmo desde o primeiro dia de 2016, quando começou a valer a nova regulamentação da Receita Federal para a cobrança de uma taxa de 25% de imposto de renda sobre remessas de internacionais. Na verdade, a medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (26), mas já vale desde o início do ano.

As empresas de turismo brasileiras são as mais impactadas, pois terão que prestar contas com seus fornecedores no exterior que não eram exigidas até o fim do ano passado. Logo, além do valor do dólar turismo – que valia R$ 4,28 até o fechamento dessa matéria – os pacotes de viagem de avião e cruzeiro também podem ter aumento de até 25%.

Você também vai gostar de:
Deixei de gastar R$ 40 mil depois de parar de fumar
Viajar sozinha pode ser ótimo para seu desenvolvimento profissional
Sete destinos baratos para viajar (mesmo durante a crise)

Tudo dentro de um pacote completo pode aumentar, como despesas com transporte, hospedagem, cruzeiros marítimos, etc. As companhias de turismo esperam por uma possível reavaliação da Receita e diminuição da taxa para não terem que cortar gastos com empregados ou perderem clientes.

dolar-remessa-viagens-internacionais

Além do turismo, outras áreas também exigem atenção do consumidor. De acordo com o texto publicado no DOU, a medida atinge, além dos serviços relacionados a turismo, também viagens e transações a negócios, treinamento ou missões oficiais. As operações submetidas ao aumento são valores pagos, creditados, entregues, empregados ou remetidos para o exterior com estas finalidades.

Sendo assim, quando você fizer uma compra no exterior e utilizar o cartão de crédito como pagamento, será cobrada, além da diferença do dólar, também o já conhecido 6,38% de IOF. Mas quando precisar fazer uma transferência de negócios, serão os novos 25% de IR que farão a diferença nas contas.

Lembre-se que operações internacionais direcionadas a saúde e educação estão isentas de cobrança da taxa IR, então não deixe de especificar muito bem os motivos de sua viagem durante o planejamento.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close