Dá pra comprar um imóvel por consórcio?

Dá pra comprar um imóvel por consórcio?

Todas nós sonhamos em ter uma casa própria. A compra de um imóvel representa muito mais do que ter um lugar apenas um bom lugar para morar, mas também nos dá a segurança, a estabilidade e faz com que você aumente o seu patrimônio.

Se você estiver organizada financeiramente, é possível que este sonho se concretize muito antes do que pensa. Existem três formas básicas de comprar: fazer um financiando, pagando à vista e por meio de um consórcio. Cada uma delas têm seus prós e contras. Conheça quais são.

No primeiro semestre de 2013 aumentou o número de pessoas interessadas em fazer parte de um consórcio. Segundo Associação Brasileira de Administradores de Consórcios (Abac) houve um crescimento de 9,6% só neste ano!

Se você ficou interessada e está pensando em adquirir o seu imóvel por meio de um consórcio é preciso ficar atenta a alguns detalhes. Reunimos as principais dúvidas das nossas leitoras e explicamos tim-tim por tim-tim. Veja:

Como funciona?
Para que a área de lazer de um prédio funcione 100% bem, é necessário que todos os moradores façam uma contribuição (o valor do condomínio) mensalmente, certo? Então, o consórcio é quase a mesma coisa. Um grupo de pessoas se reúne para comprar um bem de mesmo interesse – imóvel, automóvel ou eletrodoméstico.

Toda renda reunida pelo grupo é administrada por uma empresa, que recebe o valor dessas parcelas e trabalha com elas. Durante o tempo de pagamento, acontecem sorteios daquele bem e novos lances. Porém apenas uma pessoa ser contemplada com a carta de crédito. Enquanto o seu nome não é sorteado, você tem que pagar as parcelas, sem atrasos e ficar atenta as oportunidades de lances.

Assim que eu for contemplada já posso comprar um imóvel?
Enquanto você não for contemplada e nem der um lance certeiro, não vai poder comprar um imóvel. Mesmo assim, o lado bom do consórcio é que não há cobrança de juros, como em um financiamento.

Num consórcio você só paga a parcela daquele mês. O dinheiro que aplicou não vai render nem mais nem menos, só vai pagar a parcela daquele mês. É ideal para aquelas pessoas que gostam de mais segurança e ainda estão buscando novos lugares para morar.

O que posso fazer com o dinheiro da carta de crédito?
Tudo vai depender do consórcio escolhido por você, mas geralmente as cartas de créditos dão a opção de comprar um imóvel novo ou usado, casa ou apartamento, sala comercial, casa de campo ou praia e até um terreno. Com o dinheiro você também pode fazer uma reforma.

Qual é o tempo de um consórcio?
Você pode ser contemplada com a carta de crédito em até 180 meses (15 anos). Por isso, você deve fazer uma análise da sua vida e confirmar se pode esperar por todo esse período. O consórcio é ideal para as pessoas que já têm um lugar para morar e que podem esperar o tempo necessário para fazer a mudança.

Em quanto tempo posso dar o lance?
Os administradores costumam fazer reuniões com o grupo mensalmente. Nesses encontros você pode dar o lance que for de seu alcance para levar antes a quantia fechada anteriormente. Quem fizer a melhor proposta leva a carta de crédito. Porém todo mês alguém obrigatoriamente, com lance ou sem lance, leva a carta de crédito.

E aí, é uma boa opção para você?

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close