Decisões difíceis fazem bem para a sua carreira

Decisões difíceis fazem bem para a sua carreira

Decisões definitivas na carreira não são fáceis de acontecer, mas há um momento em que são necessárias. Ainda que você tenha certeza dos efeitos colaterais que ela possa gerar, quando chega em um ponto que a balança sempre pende mais para os aspectos negativos de um emprego, é preciso tomar uma providência. De um certo modo, temos uma tendência a nos acostumar com o contexto em que estamos. Há quem tema de tal forma as mudanças, que prefere resignar-se com uma posição desconfortável por tempo indeterminado do que estabelecer um divisor de águas.

A americana Kristi Dosh, que hoje trabalha como repórter esportiva, mas tem formação em direito e já trabalhou em escritórios de advocacia, falou sobre as dificuldades que enfrentou quando viu que seria o momento de tomar uma decisão importante – que mudaria toda sua carreira – em um artigo para o site Levo League. O título, por si só, já anuncia que mudanças não são fáceis, mas você pode fazê-las. “Sometimes it *is* ok to burn bridges” (As vezes é permitido queimar pontes, em tradução livre).

Você também pode gostar: 
4 passos para fazer uma mudança radical na vida
7 atitudes que podem sabotar sua carreira
Qual é o momento para recomeçar a carreira?

Continue a ler a matéria na próxima página!

Planejando a mudança

De modo resumido, a americana relatou os passos que seguiu para deixar um emprego que não lhe agradava, mas com os cuidados necessários para não prejudicar seu futuro profissional. De certo modo, ela tinha ciência de que efeitos colaterais viriam, mas preparou-se para isso. Afinal de contas, toda decisão importante tem um preço e é preciso arcar com ele quando você precisa dar um novo passo.

A situação vivida por Kristi traz algumas lições que podem ajudar muita gente em dilema quanto ao status profissional atual. Pode ser uma função que não está alinhada com o que você deseja para sua vida, uma empresa que não possui os valores que você prioriza ou mesmo uma chefia abusiva que está atrasando seu crescimento. Seja qual for seu motivo, trace um plano para que você saia do contexto em que está hoje e dê um passo adiante em sua carreira.

Analise a situação em que a empresa está te colocando

Reconheça seu potencial dentro da empresa e o seu valor. Analise tudo que sua mão de obra traz como resultado para a casa e avalie se você poderia estar crescendo mais em outro ambiente. Em algumas situações, por mais que você tenha experiência e competência para realizar seu trabalho com autonomia, a empresa pode tentar frear suas iniciativas ou orientar a um caminho em que você tenha pouca possibilidade de destacar-se.

Se este é o caminho que você está seguindo – a contragosto – é preciso ampliar seus horizontes e buscar por possibilidades que possam lhe render mais frutos e alavancar seu potencial.

mudanca-carreira

Continue a ler a matéria na próxima página!

Pesquisando novas oportunidades

Você já sabe que não tem intenção de continuar neste emprego, mas o medo ainda insiste em te segurar por algum tempo. “Será que vou me queimar no mercado?”, “O que vão dizer a meu respeito quando sair daqui?”, “Será que vou conseguir me reposicionar?”, “Será que o próximo emprego será melhor?”, são algumas perguntas que podem rondar sua mente. Uma coisa é certa: algum risco você terá que correr. Mas se as coisas no contexto atual estão longe do ideal, será mesmo que você tem tanto a perder?

Em primeiro lugar, para que você não jogue tudo para o alto sem nenhuma perspectiva de futuro, busque novas oportunidades, fique de olho em novas vagas em posições ofertadas em empresas que lhe interessam. Converse com pessoas próximas e sinalize sua intenção de trocar de emprego, fortaleça seu networking. Quando já tiver algo em vista, prepare-se para ter uma conversa definitiva.

Minimizando impactos

Por mais que você tenha a certeza de que vai iniciar uma nova etapa, faça o que estiver ao seu alcance para não prejudicar sua imagem na empresa que está deixando. Argumente com calma, aponte sua necessidade em encontrar um novo rumo profissional, explique seu perfil não é compatível com o que a empresa busca. Escolher bem as palavras pode evitar desafetos desnecessários.

Em algumas situações, como a própria Kristi descreveu, não dá para evitar alguns efeitos colaterais. Ainda que a chefia não fique satisfeita com sua saída, não se deixe abalar. Para ter chegado até este ponto, foi preciso muita coragem, planejamento e reflexão. Você está dando este passo para avançar em sua carreira. O aprendizado é que nem sempre suas decisões vão agradar a todos, mas o seu desenvolvimento depende da superação deste obstáculo.

Fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close