Dicas para ser uma investidora de sucesso

Dicas para ser uma investidora de sucesso

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em seu último Censo Demográfico que as mulheres lideram cada vez mais as famílias brasileiras. Uma das maiores tendências no período entre 2000 e 2010 foi o aumento do número de mulheres que chefiam sua família. Apenas 22% famílias eram chefiadas por elas em 2000, agora são quase 38% – quase metade do País!

Desta forma, está mais do que provado que as mulheres sabem lidar com dinheiro tanto quanto, ou até melhor, do que os homens. Pode levantar a sua moral, porque você sabe falar e lida bem com dinheiro, sim senhora! Então que tal começar a investir de uma vez por todas? Para ficar mais segura, selecionamos as principais dúvidas nessa hora. Confira:

Poupança é o investimento mais seguro?
A cultura popular é de que se temos algum dinheiro sobrando, coloque na poupança. A grana vai render e você vai estar segura. Cuidado, porque com as novas regras da poupança ela não está tão atrativa como antes. Independente da quantia que você tem guardada, sempre há um outro investimento que pode render mais. Basta você saber qual é o seu perfil de investidora, entender seus sonhos e, principalmente, entender sobre o investimento em questão. Tudo que traz mais risco, pode trazer mais retorno – mas isso não quer dizer que você tem que tomar riscos malucos para conseguir uma rentabilidade melhor do que a da poupança. Por isso, busque mais informações, leia tudo – inclusive aquelas letrinhas pequenas (e perigosas).

O que são Fundos de Investimentos?
Pense num prédio em que todos os moradores dividem as despesas para deixar a área comum mais confortável. Com os Fundos é quase a mesma relação. Um grupo de pessoas – cada uma com um valor de investimento diferente – forma um patrimônio. Cada uma dá uma quantia e, por meio de um rendimento no mercado financeiro, conseguem fazer mais dinheiro juntas. Elas fazem esta aplicação no banco ou em alguma gestora de investimentos. O segredo para esta forma de investimento é ficar atenta no contrato, entender bem onde o fundo vai investir e conhecer todos os custos envolvidos -como a taxa de administração.

 

Tesouro Direto pode ser um bom negócio?
O investimento é relativamente novo e está caindo no gosto do público recentemente. O processo é burocrático, porém tem um rendimento interessante e relativamente seguro. São títulos do governo comercializados. Há opções de R$ 30 a R$ 1 milhão – o limite para a aplicação. Para começar, você só dá um clique (literalmente) e faz tudo pela internet. Se você é mais conservadora e dependendo da quantia que tiver para investir, o Tesouro Direto pode ser um bom negócio. Os maiores cuidados aqui são as taxas cobradas pelo serviço e saber se a aplicação que você está de olho é pré (você sabe o rendimento no momento da aplicação) ou pós fixada (só sabe quanto vai render no final). Para saber mais como investir no Tesouro Direto, clique aqui.

Como escolher uma boa previdência?
Depois de investir na poupança e CDB, vem o dilema: e a previdência? Muita gente vai tentar te empurrar este benefício e assegurá-la de um bom rendimento. Fique atenta! Como são muitas opções, você tende a se perder. Daí em diante não tem mais volta. Pensar na aposentaria é ótimo e, quanto mais cedo se preocupar, melhor será para você. Está interessada? Ótimo. Ao procurar um corretor ou gerente do banco, leia a apólice direitinho. Entenda a tributação e sane todas as suas dúvidas. Conheça a política de investimentos, para ver se a aplicação tem tido rendimentos acima da inflação. Lembre-se que existem dois principais tipos – VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). Só feche depois que não tiver mais dúvidas.

Investindo em ações eu corro mais risco?
Este é uma das mistificações em torno do mercado financeiro. Apenas uma pequena parcela de mulheres gosta de arriscar. Sabendo fazer isso da maneira certa, pode gerar um bom rendimento. O mais indicado é não assumir o risco sozinha, a não ser que você seja muito experiente no assunto. Peça ajuda. Que mal tem nisso? Corretoras ou um planejador financeiro podem dar dicas e bolar uma estratégia bacana com você. Se vocês escolherem boas empresas para compor a sua carteira, pode se dar bem. Mas lembre-se: a Bolsa é feita de altos e baixos, por isso precisa ter paciência e olhar para o longo prazo.

Tem mais alguma dúvida ou quer mais dicas? Conte para a gente!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close