Elas criaram um clube de assinatura inédito com produtos de beleza para mulheres negras

Elas criaram um clube de assinatura inédito com produtos de beleza para mulheres negras

Mulheres negras não sofrem racismo apenas em relacionamentos interpessoais e mercado de trabalho – a hora de ir à perfumaria também costuma ser desgastante. Além da dificuldade de encontrar produtos que realmente contemplem o cabelo afro, é complicado encontrar bases e corretivos que não fiquem claros demais ou que não deixem a pele acinzentada.

As empreendedoras Élida Aquino, Bárbara Vieira e Graucianna Santos sofreram tudo isso na pele – literalmente. Elas não apenas captaram as dificuldades da mulher negra neste sentido como, ainda, perceberam uma grande tendência no mercado: os clubes de assinatura. Foi quando tiveram a ideia de criar a AfrôBox, uma caixinha recheada de produtos de beleza voltados para este público, junto ao também empreendedor Saulo Batista.

“Percebemos que não havia nada neste modelo de negócio que desse atenção exclusiva tanto às diferentes belezas negras quanto aos cabelos crespos ou cacheados”, conta Élida.

Clubes de assinatura para mulheres negras não são novidade nos Estados Unidos – por lá já existe a Onyx Box, uma das grandes inspirações da Afrô. “Quando eu ainda estava pensando em começar minha própria empresa, conversei com amigas de alguns lugares dos EUA que já assinavam clubes do tipo. Foi ouvindo as experiências delas e percebendo como um negócio assim pode fortalecer a autoestima e criar novos diálogos que comecei a AfrôBox”, entrega.

A ideia era tão forte que contou com o endosso da ONU Mulheres e da ONG Think Olga, além de apoio em crowdfunding.

“A AfrôBox compartilha força com outras mulheres negras”

Essa é a principal missão da empresa. Élida entende que este público esteve à margem dos cuidados do setor de beleza e, por isso, acredita que a Afrô pode reverter este quadro cada vez mais. “Nós dizemos que, através da AfrôBox, não enviamos apenas produtos cosméticos, mas, sobretudo, suporte. Nós estamos aqui para impulsionar cada uma”, completa.
afrobox-clube-assinatura-produto-mulher-negra

Quem não passa pelos problemas que negras, cacheadas e crespas enfrentam ao tentar comprar cosméticos pode não entender a importância dessa iniciativa. Poucos produtos são realmente pensados para este público – e menos ainda são concebidos por negras.

“Enquanto não houverem mulheres negras pensando a forma como os produtos são feitos ou divulgados, enquanto considerarem que este grupo não tem poder econômico para comprar itens de determinada marca ou enquanto as marcas pensarem que este público não lhe interessa, as dificuldades continuarão e a manutenção da força do racismo dentro dessa relação ainda vai seguir”, enfatiza Élida.

Como a AfrôBox funciona

O processo se dá de maneira similar aos outros clubes de assinatura: basta que a interessada se cadastre no site, preencha seu perfil de beleza (tom de pele, tipo de cabelo etc.) e inclua as informações de pagamento.

Os produtos – que incluem desde grandes marcas até algumas ainda desconhecidas – são de curadoria das próprias sócias. “Hoje já temos parceria com mais de 10 marcas de beleza. Dove, Garnier Fructis, Bio Vegan, Makeda Cosméticos, Negra Rosa e Palmolive são algumas delas”, diz. Então, a assinante receberá a caixinha mensalmente com os produtos selecionados pelas três empreendedoras.

Na hora de escolher o que vai na caixinha de cada assinante, elas contam com um time de experts, que inclui uma maquiadora especialista em peles negras e um cabeleireiro especialista em crespos e cachos. “Isso nos permite manter a assertividade à cada edição, garantindo que cada uma receba produtos realmente úteis, que valham o investimento”, justifica Élida.

Por enquanto, a AfrôBox ainda funciona em versão beta e está completando o primeiro trimestre de operações. Até agora, as empreendedoras não poderiam estar mais felizes com os resultados.

“Quando uma assinante posta algo falando sobre como o produto serviu para ela ou o quanto gostou da edição, do cuidado nos detalhes da caixinha e do nosso atendimento, eu sei que estamos mirando no lugar correto e que estamos criando a mudança que nos moveu desde o início. Estamos prontas para mais”, finaliza.

Fotos: Divulgação e Reprodução/Instagram @souafro

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close