Estratégias para evitar uma briga no local de trabalho

Estratégias para evitar uma briga no local de trabalho

O dia no escritório já começou turbulento, cheio de pendências a resolver. Além de começar o dia a mil, você participa de uma reunião longa e pouco produtiva e, ao final de tudo, ainda se aborrece com um colega de trabalho que anda implicando com você nos últimos dias. Com o sangue quente, a vontade é de explodir naquela hora e ai de quem estiver em sua frente. É perigoso sobrar até para seu chefe, situação que poderia complicar bastante sua imagem na empresa.

Então vamos voltar um pouco neste momento e criar um outro caminho pouco antes do seu limite para explodir. Em vez de sucumbir ao ímpeto de iniciar uma discussão acalorada, melhor seria optar por uma via mais ponderada e com menos impacto negativo para sua carreira. Abaixo, vamos listar alguns pontos que podem ser importantes para quem está tendo um dia ou uma fase ruim no trabalho.

Você também pode gostar:
Como proceder em casos de assédio moral no trabalho
5 dicas para levar uma vida menos estressante no trabalho
Quero voltar ao mercado de trabalho!

Afaste-se do alvo de sua fúria 

Na hora que a discussão começar a ficar intensa, segure seus impulsos e faça sua parte para não iniciar um debate. “Estou com umas pendências urgentes agora, falaremos sobre isso em outro momento, ok?”, este é um exemplo de como você pode encerrar a conversa sem que ela tome proporções mais sérias e te coloque em uma posição desfavorável. O grande desafio aqui é que você não pode encarar uma discussão com um membro da sua equipe como se estivesse discutindo com um amigo ou parente.

Por mais que esteja irritada, é preciso pensar em suas relações de forma estratégica. Lendo este texto, lembre-se da última vez em que pensou dizer “poucas e boas” a um colega e imagine os efeitos que essas palavras impulsivas poderiam ter em sua trajetória na empresa. O impasse entre você e o colega não precisa ser ignorado, apenas resolvido de outra maneira. Portanto, saia de perto para evitar o embate.
Continue a ler a matéria na próxima página!

Tire um momento para si

Este é o momento ideal para fazer uma pausa no cantinho do café ou mesmo descer alguns andares para buscar um lanche na cantina. Caminhe um pouco, respire fundo e aproveite este momento para se acalmar e tentar organizar as ideias. Quando voltar para sua mesa, foque em seu trabalho e deixe o problema de lado naquele momento. Se sua função permitir, trabalhe ouvindo músicas que te ajudem a acalmar e concentrar. No Spotfy, por exemplo, você pode seguir listas musicais montadas para cada momento.

briga-colega-trabalho

Faça algo para aliviar o estresse

Depois de um dia tão pesado, você merece algo que te traga alívio. Pode ser uma caminhada na praça com seu cachorro, uma corridinha, fazer seu prato favorito ouvindo uma música bem gostosa ou passar na casa daquela amiga para vocês assistirem um filme e jogarem conversa fora por um tempo. Enfim, seja lá o que for fazer, escolha algo que te ajude a liberar endorfina (hormônio da felicidade) ou que te faça dar risadas.

O dia seguinte

Refeita, com as baterias recarregadas e com a cabeça fria, é hora de chamar o colega para conversar. Escolha bem as palavras (lembre-se do que falamos sobre a adoção de uma postura estratégica) e tenha em mente que o objetivo aqui não é ter um vencedor e um perdedor na troca de argumentos. Mostre ao colega que você está interessada em encontrar uma solução que seja boa para ambas as partes. Ouça o que ele tem a dizer e coloque seu ponto de vista com segurança, mas sem usar um tom de imposição. Impor ideias em vez de discutir possibilidades é o caminho mais curto para fracassar em um diálogo.

O melhor é que você tenha essa conversa cara a cara, para entender as reações, as emoções e a forma como o colega reage à sua iniciativa. Por email ou telefone, você pode dar brechas para dupla interpretação em momentos delicados. Nada melhor do que uma conversa ponderada para colocar uma pedra em uma situação mal resolvida. Se tudo correr bem, todo mundo sai ganhando e a experiência te traz mais maturidade no ambiente corporativo.

Fotos: Shutterstock

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close