Finanças Femininas investiga: por que poucas mulheres investem?

Finanças Femininas investiga: por que poucas mulheres investem?

De acordo com dados do Tesouro Direto, apenas 25,2% de seus investidores são mulheres. Na bolsa de valores, esse percentual cai para 23%. Afinal, por que poucas mulheres investem?

Para investigar a situação, Carol Ruhman Sandler e Karina Alves convidaram Ana Baraldi e Isabella Paschuini – que acabaram de lançar um curso de investimentos para iniciantes da Vérios Investimentos – para o episódio #8 do Mapa da Mina, o podcast do Finanças Femininas. A empresa atua como uma gestora de investimentos, que utiliza robôs para aplicar os recursos dos clientes da melhor maneira possível.

Apesar da facilidade em aplicar, Ana e Isabella comentam que apenas 18% dos investidores cadastrados na empresa são mulheres – que, muitas vezes, acham muito complicado fazer investimentos. Essa informação incentivou as duas a elaborarem o curso de investimento para iniciantes. O fato de serem duas mulheres ensinando já seria suficiente para aumentar o interesse do nosso gênero – afinal, representatividade importa, e muito. Soma-se a isso a linguagem simples e objetiva,sem executivos engravatados falando “economiquês”. O resultado: 56% dos participantes do curso são mulheres.

O que falta para nós, mulheres, começarmos a investir?

Quando você pensa em mercado financeiro, qual é a primeira imagem que vem à sua cabeça? Provavelmente, um homem branco, engravatado e de perfil imponente. Isso comprova como essa área ainda é masculinizada. Em uma entrevista para Ana e Isabella, a economista Itali Collini destacou alguns fatores que colaboram com essa imagem, como o histórico de dominância econômica dos homens sobre as mulheres e de como não somos incentivadas a ter o mesmo envolvimento com o assunto – sem falar na dupla jornada, que deixa menos tempo livre para pensar em investimentos. É difícil para a mulher se enxergar no meio deste mundo de homens brancos que se assemelham ao Lobo de Wall Street.

Na conversa, Carol ainda destaca como o salário desigual e a dificuldade em chegarmos a cargos de liderança faz com que seja mais difícil para nós, mulheres, investirmos – afinal, não há como negar que é mais fácil aplicar recursos quando se tem um patrimônio maior.

mulheres-investem-pouco-podcast-verios

Homens x mulheres na hora de investir

Tanto Carol e Karina quanto Ana e Isabella concordam que nós, mulheres, costumamos ser mais conservadoras na hora de investir. Tentamos entender melhor como o investimento funciona e o que pode acontecer com o dinheiro aplicado, buscando explicações e conversando a respeito.

O conservadorismo, no entanto, acaba sendo exagerado quando a precaução se transforma em medo puro – algo extremamente comum. Para este mal, um remédio simples: informação. Quando entendemos, tomamos mais riscos e aplicamos nosso dinheiro sem medo.

Como começar a investir?

As representantes da Vérios ensinam que a primeira atitude é definir um objetivo. Também é preciso criar o que elas chamam de “reserva de oportunidade” – um colchão financeiro que serve tanto para lidar com emergências, como o carro que quebrou, quanto com coisas boas, como aquela promoção de passagens inesperada.

Os demais passos elas explicam ao longo desse enriquecedor bate-papo. Ficou interessada? Para ouvir o podcast completo, clique aqui e confira muito mais informações sobre mulheres e investimentos. Para se inscrever no curso da Vérios Investimentos, clique aqui.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close