Guia para cumprir suas metas em 2017

Guia para cumprir suas metas em 2017

O ano novo começou e já está na hora de lavar o rosto, se recuperar das festas e começar a pensar nas suas metas. Você já sabe o que deseja conquistar em 2017? O fato é que, para alcançar seus objetivos, é preciso investir em planejamento, poupar e criar maneiras de manter o foco necessário ao longo do tempo.

Dizem que para cada escolha há uma renúncia, e quando se trata de dinheiro isso não poderia ser mais verdadeiro. Toda vez que alguém escolhe gastar para adquirir determinado item, precisa ter consciência de que está deixando de utilizar esse valor para alcançar outro objetivo. Ou seja, se não forem estabelecidos passos claros para chegar às suas metas, pode ser que o tempo simplesmente acabe passando – e que o seu dinheiro vá embora com ele.

Pensando nessa dificuldade, preparamos um guia especial para ajudá-la a cumprir suas metas de 2017 e realmente conquistar os seus sonhos.

1) Reflita sobre o que deseja
Para alcançar seus objetivos, o primeiro passo é fazer uma boa reflexão sobre o que deseja conquistar, onde espera chegar neste e nos próximos anos e o que você deseja que seja diferente. Você gostaria de trocar a geladeira? Comprar um carro? Fazer uma viagem legal de férias? Abrir o próprio negócio? Essa ainda não é a hora de estabelecer seu plano de ação em si, mas de idealizar o seu futuro e dar início ao projeto.

É importante que você estabeleça metas de curto, médio e longo prazo. Nós, seres humanos, temos uma tendência a preferir recompensas imediatas, ou seja, tudo o que recebemos agora parece mais atrativo do que o que conquistaremos lá na frente. Por isso, se os ganhos estiverem distantes demais, será muito mais difícil manter a motivação de poupar no meio do caminho.

Leitura complementar

Planilha de Orçamento Familiar

Planilha de Orçamento Familiar

Ver mais

2) Organize o orçamento
Agora que você já pensou sobre o que deseja, chegou a hora de começar a colocar o plano em prática. Comece organizando o seu orçamento – se você já não tem isso pronto. Nesse ponto vale a regra dos 50/30/20, com 50% da sua mensal líquida destinada para as despesas essenciais (aluguel, água, luz…), 30% para os gastos supérfluos (passeios, compras pessoais…) e 20% reservados para poupar.

Com essa organização, você poderá saber com clareza quanto da sua renda já está comprometida com as despesas e quanto poderá guardar por mês. É importante também que você analise onde há margem para cortes no seu orçamento, mas seja realista: é importante manter os 30% destinados ao supérfluos, porque se a sua meta for rígida demais, você provavelmente não conseguirá cumpri-la.

Por último, esta etapa é essencial para que você, efetivamente, aprenda a poupar – principalmente se você não tem o hábito de guardar nada do que ganha.

metas_2017_interna

3) Elimine as dívidas
Ninguém consegue, de fato, planejar o futuro cheio de contas para pagar. Por isso, se você tem dívidas, quitá-las deve ser a sua prioridade – principalmente devido aos juros altos no País. Antes de começar a poupar para atingir suas metas, portanto, crie um plano de ação detalhado para dar fim aos seus débitos.

4) Estabeleça metas palpáveis
Sabendo quanto poderá guardar por mês, chegou a hora de criar o seu plano de ação e estabelecer metas palpáveis. Infelizmente, não se pode ter tudo e a renda de alguém nunca é realmente suficiente para viabilizar todos os seus sonhos. Por isso, você precisará priorizar aquilo que mais deseja, dentro da suas possibilidades financeiras.

Analise os objetivos que enumerou e defina quais realmente serão as suas metas de curto, médio e longo prazo, considerando sempre como irá alcançá-las, ou seja, como destinará as suas reservas financeiras.

Todo esse planejamento é fundamental para garantir que você realmente consiga conquistar os seus sonhos – e ver suas metas se concretizando irá definitivamente ajudá-la a manter-se motivada ao longo do caminho.

5) Escolha bons investimentos
Com os seus objetivos traçados, você poderá escolher os melhores investimentos para chegar onde deseja. Cada aplicação financeira se adapta melhor a um objetivo: umas funcionam melhor para o curto e outras para o longo prazo, algumas são prefixadas e outras pós-fixadas, elas variam também quanto aos indexadores e prazo para resgate, por exemplo.

Faça uma boa pesquisa e escolha os investimentos que se encaixem nos seus sonhos – para não ser pego de surpresa por um imprevisto, é também interessante destinar parte do valor para uma reserva de emergências.

É fundamental também se comprometer a realmente guardar esse valor mensalmente. Para manter a disciplina, é interessante automatizar as aplicações ou mesmo realizar as transferências logo que receber o salário. Dessa maneira, depois de um tempo você simplesmente deixará de contar com aquele valor como parte da sua renda mensal e criará o hábito de poupar.

6) Trabalhe a motivação no dia a dia
Mesmo com todo o planejamento, manter a motivação de poupar para o futuro pode ser um desafio. Por isso, é importante trabalhar o seu ânimo no dia a dia, para ajudá-la a evitar alguns hábitos financeiros ruins, como fazer compras por impulso ou sucumbir ao desejo de recompensa imediata.

Só o fato de você estabelecer metas claras já irá ajudá-la a manter-se focada, pois poderá enxergar onde chegará. Pensar que estará de geladeira nova em seis meses, com o pé na areia em um ano e de casa nova em cinco, por exemplo, pode ser um grande incentivo. Outra boa ajuda pode ser dada pelos estímulos visuais. Deixe à mostra uma imagem ou nota que a lembre de onde deseja chegar, pode ser um post-it, foto ou papel de parede no celular, por exemplo. Essas lembranças irão reforçar o seu plano concreto e a ajudarão a continuar firme na missão de poupar.

*Com informações do livro Finanças Femininas, de Carolina Ruhman Sandler e Samy Dana.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

marianaribeiro

Mariana Ribeiro

Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

close